A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

29/10/2010 10:36

Guarda é acionada para conter tumulto em posto de saúde

Redação

A Guarda Municipal foi acionada para conter tumulto ocorrido esta manhã no Posto de Saúde da Vila Almeida, em Campo Grande.

O consultor Denis Carlos Souza Medeiros, 35 anos, afirma que levou o irmão deficiente para ser encaminhado à exame de Raio-X e um atendente "bateu a porta" na cara da mãe, que pedia informação.

"Simplesmente não quis atender", alega Denis.

Depois da confusão, que na versão do consultor envolveu cerca de cinco pessoas, os funcionários do posto de saúde se trancaram e não atenderam mais pacientes.

A confusão teve início às 10 horas e o atendimento ficou suspenso por menos de trinta minutos.

Cerca de 20 pessoas aguardam atendimento na recepção do posto de saúde, entre elas, uma gestante, de 16 anos.

Acompanhada da mãe, Maria Aparecida Martins Vilela. Ela conta que a filha chegou à unidade de saúde às 10 horas e até 11h20 não havia sido atendida.

Guarda Municipal - Quatro integrantes da Guarda Municipal reforçam a segurança no posto.

Sem se identificar, eles afirmam que foi a família de Denis que começou o tumulto.

Segundo os guardas, o acompanhante de um paciente teria, inclusive, chutado a porta da unidade médica.

Sem atendimento, Denis saiu do posto e garante que registrará boletim de ocorrência contra o funcionário, que, na versão dele, maltratou sua mãe.

Já os guardas destacam que cerca de cinco pessoas foram detidas e encaminhadas a 7ª DP (Delegacia de Polícia).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions