A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

20/06/2011 11:29

Há 5 dias com a clavícula fraturada, criança de dois anos espera gesso

Fabiano Arruda

Menina de Dois Irmãos do Buriti se machucou durante brincadeira; falta de ortopedista é o problema

Marilene mostra foto da filha enfaixada e diz que criança tem dificuldade para dormir. (Foto: Marcelo Victor)Marilene mostra foto da filha enfaixada e diz que criança tem dificuldade para dormir. (Foto: Marcelo Victor)

Durante uma brincadeira na última quinta-feira, a filha da assistente Marilene Ribeiro, de 31 anos, caiu de um muro e machucou a clavícula. Com suspeita de fratura, a menina está com a lesão enfaixada desde então e não conseguiu nem engessar o local por falta de ortopedista.

O relato da mãe é que a criança, internada desde quinta-feira no Hospital Cristo Rei, de Dois Irmãos do Buriti, recebeu alta hoje e deixou a unidade de saúde sem o gesso. Ela conta que, um primeiro raio-x tirado na sexta-feira, constatou fratura na clavícula.

No entanto, ainda conforme Marilene, no sábado, outro exame foi solicitado, desta vez, sob argumento de que o hospital teria “extraviado” o primeiro raio-x. O segundo exame, desta vez, apontou que a clavícula da menina havia apenas “trincado” e que não havia ortopedista, nem em Dois Irmãos, nem em Campo Grande.

"Eles (médicos) falaram que vai cicatrizar, pois ela é criança", conta.

“O hospital enviou fax para a Santa Casa de Campo Grande e foi informado que não havia ortopedista disponível. Em Dois Irmãos, os médicos dizem que apenas trincou, mas, mesmo assim, ela precisa que seja engessado”, queixa-se a mãe.

Segundo a assistente, a menina tem reclamado do desconforto para dormir. As dores, até agora, foram minimizadas por conta da medicação recebida no hospital. “Vamos ver se vai continuar assim quando chegar em casa”.

A criança mora em Dois Irmãos do Buriti com a tia, irmã de Marilene, que trabalha em Campo Grande de segunda a sexta-feira e volta para a cidade do interior apenas nos finais de semana. Agora, de longe, conta a agonia em saber do desconforto enfrentado pela filha e recorre ao telefone de hora em hora para ter notícias.

Marilene afirma que, a posição repassada pelos médicos em Dois Irmãos do Buriti, é que a menina tem retorno médico previsto só na próxima terça-feira, com duas possibilidades. Uma delas é se um ortopedista atender, neste tempo, no hospital Cristo Rei. A outra é surgir atendimento de especialista na Capital.

Em contato por telefone com o hospital Cristo Rei, a atendente informou que a unidade possui ortopedista e garantiu que não pode repassar mais informações sobre o caso, a não ser para familiares. Disse ainda que sequer poderia transferir a ligação para os médicos responsáveis falarem sobre o assunto.

Já a assessoria de imprensa da Santa Casa de Campo Grande relatou a sobrecarga no setor de ortopedia e que apenas hoje 11 pacientes aguardam vaga para o centro cirúrgico. Para ilustrar a alta demanda, a assessoria do hospital conta que foram 150 cirurgias entre sexta e ontem, sendo a maioria, pelo menos 70%, de casos de ortopedia.

No entanto, o departamento da Santa Casa afirma que, mesmo com a sobrecarga, a informação de que não há profissionais de ortopedia na Capital parte da Central de Regulação e sugere que os hospitais, como o de Aquidauana, poderiam resolver o problema da menina.

Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...
UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...


Como que uma pessoa adulta leva uma criança para casa sabendo que esta mau atendida..tem alguma coisa errada.....agora levar para Aquidauana??´tenho boas referencia do Hospital de Dois Irmãos não acredito nisso.....
 
julia soares em 21/06/2011 11:53:12
Realmente o atendimento pulblico está muito preocupante.Francamente isto é uma vergonha.Falta de verbas nao é...
 
FERNANDA LACERDA em 20/06/2011 05:44:13
AQUIDAUANAAA!!!???

Por experiência própria!!! minha sobrinha ficou com com o úmero torto por incompetência do serviço ortopédico de lá! E essa tal desculpa de EXTRAVIO do primeiro Raio-X é bem frequente (ocorreu com a gente)... pois ele é o mais importante no caso de processos.

Infelizmente o que tenho a dizer é Boa sorte!!! (gostaria de dizer boa recuperação, mas é difícil com esses atendimentos).
 
Daniel Feliz em 20/06/2011 03:45:04
É uma vergonha, uma falta de respeito com o ser humano.
Ao invés de construir aquario, deviam investir na saúde.
 
Andrea de souza em 20/06/2011 02:55:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions