A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/03/2010 12:07

Haitianos deixam Cetremi e são abrigados em igreja

Redação

O grupo de 14 haitianos que está em Campo Grande desde a semana passada, após uma maratona de fuga da miséria do País caribenho vítima de terremoto em janeiro, está alojado desde ontem nas salas de aula

de uma igreja.

Do Cetremi (Centro de Triagem e Encaminhamento do Migrante), onde estavam desde a semana passada, quando foram presos e ameaçados de deportação, eles foram levados para a Igreja São Domingos Sávio, na saída para Três Lagoas. O grupo pediu refúgio ao Governo Brasileiro e conseguiu permissão para ficar no País até sair a análise do Conare (Comitê Nacional dos Refugiados), ligado ao Ministério da Justiça

Eles devem ficar pelo menos até o fim da semana na igreja, segundo informou Gideão Getúlio, coordenador da ONG Psicólogos sem Fronteiras, que está dando apoio ao grupo de haitianos. Depois, o destino ainda está incerto, mas estão sendo procurados imóveis que possam abrigar o grupo.

Gideão diz que no local os haitianos estão mais tranquilos, que estão apreendendo a falar português e já se preparam, inclusive, para procurar trabalho.

Das 14 pessoas, duas são crianças, de 4 e oito anos, e o restante adultos de no máximo 41 anos. Entre os homens há um professor e as mulheres têm experiência com manicure e pedicure, além de artesanato típico do Haiti.

Conforme o psicólogo, os haitianos estão dormindo em colchões doados por integrantes da ONG. A alimentação também vem de doações.

A Psicólogos Sem Fronteira, segundo Gideão, entrou com pedido no Ministério da Justiça para representar em Mato Grosso do Sul o Conare. Com isso, a intenção é receber recursos para dar apoio ao grupo, que pretende se instalar no Estado.

Quem quiser fazer doações para ajudar o grupo pode procurar a ONG, que fica no Conselho Regional de Psicologia, na Avenida Fernando Correa da Costa, 2044. O telefone é o 3382-4801.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions