A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

26/01/2010 17:17

Homem que matou ao defender filho é condenado a 15 anos

Redação

A Justiça condenou José Teodoro Garcia Silva, 54 anos, a 15 anos e dois meses de prisão em regime fechado pelo assassinato de Noeme da Silva Munin, ocorrido há 14 anos. Foragido há 13 anos, ele foi julgado a revelia pela 1ª Vara do Tribunal do Júri, presidido pelo juiz Carlos Alberto Garcete, de Campo Grande na segunda-feira passada.

Conforme a denúncia do MPE (Ministério Público Estadual), Silva cometeu o assassinato ao interferir na briga de seu filho com outras crianças por causa de um pacote de salgadinho Skiny.

O filho do autor e outras cinco crianças brigaram com um menino que estava com Noeme. Pai de um dos garotos, José Teodoro Garcia da Silva pegou o revólver para atirar no outro garoto e acabou atingindo Noeme, que não resistiu aos ferimentos e morreu.

"A vítima foi atingida pelas costas, colhida de surpresa, sem possibilidade de defesa", alegou o MPE, que pediu a condenação por motivo fútil e por não ter possibilitado a defesa da vítima.

A sentença de condenação foi publicada na edição de amanhã do Diário Oficial de Justiça. O réu continua foragido.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions