A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

20/07/2013 08:21

Idosos e bêbados são os que mais esquecem panela no fogo

Mariana Lopes
Acidentes envolvendo panela no fogo são corriqueiros, dizem bombeiros (Foto: Arquivo)Acidentes envolvendo panela no fogo são corriqueiros, dizem bombeiros (Foto: Arquivo)

Não é raro o Corpo de Bombeiros atender ocorrências de princípio de incêndio por causa de uma panela esquecida no fogo. Embora a maioria dos casos não se agrave e fique apenas na fumaça, sem danos ou feridos, a situação é considerada até corriqueira em Campo Grande e requer atenção da população.

Segundo o capitão dos bombeiros Rafael Venâncio da Rocha, os casos mais comuns acontecem com idosos, que saem de casa e esquecem que colocaram panela no fogo, e pessoas embriagadas, que geralmente colocam algo para esquentar e acabam dormindo em seguida. Outro caso comum é de mães que saem de casa para buscar os filhos na escola e deixam o almoço no fogo.

“O pânico geralmente é causado porque os vizinhos se assustam com a quantidade de fumaça provocada pela panela no fogo”, explica o capitão.

De acordo com a orientação do Corpo de Bombeiros, é importante que, antes de sair de casa, as pessoas se certifiquem de que o fogo do fogão não está aceso. Em caso de viagem, a precaução deve ser maior e regra é de sempre fechar o fluxo de gás. “É importante que as pessoas criem este hábito no dia-a-dia”, alerta o militar.

Outro fator importante que capitão Venâncio ressalta é de não manter o gás de cozinha próximo ao fogão. “Se ocorrer algum vazamento e ele estiver próximo à chama, é perigoso haver uma explosão. Se estiver longe, evita ocorrência”, explica.

Panela de pressão – Ainda na cozinha das casas, outra ocorrência que sempre precisa do socorro do Corpo de Bombeiros é com panelas de pressão. São casos mais difíceis de acontecer, mas, em compensação, muito mais perigosos.

O capitão Venâncio explica que a explosão acontece quando a pressão interna se eleva, as paredes da panela não suportam pressão e explodem. Quando isso acontece, o militar afirma que quem estiver na cozinha provavelmente será atingido.

O acidente pode provocar cortes e queimaduras de 1º, 2º e até 3º grau. As principais partes do corpo que geralmente são atingidas são rosto, tórax e braços, conforme estatísticas do Corpo de Bombeiros.

Para evitar o acidente, o Corpo de Bombeiros dá a dica. É importante deixar a válvula de alívio da pressão sempre limpa, não encher mais do que a metade da panela, não abrir a panela quando ela estiver muito quente, observar o estado de conservação da borracha de vedação, ter atenção ao cozinhar leguminosas, que podem soltar película e entupir a válvula.

Essas precauções, de acordo com o capitão Venâncio, diminuem o risco de incêndio e acidentes domésticos que podem acabar com vítimas em estado grave.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions