A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Abril de 2018

02/02/2018 14:02

Inca prevê 8,7 mil novos casos de câncer para MS neste ano

Brasil deve registrar cerca de 600 mil novos casos, de acordo com o levantamento

Gabriel Neris
Hospital de Câncer de Alfredo Abrão atende 98% de pacientes oriundos do SUS (Foto: Arquivo)Hospital de Câncer de Alfredo Abrão atende 98% de pacientes oriundos do SUS (Foto: Arquivo)

Mato Grosso do Sul deve registrar mais de 8,7 mil novos casos de câncer somente por ano em 2018 e 2019, de acordo estudo divulgado nesta sexta-feira (2) pelo Inca (Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva).

A Estimativa 2018 de Câncer no Brasil aponta que somente entre os homens serão 4.550 novos casos. O câncer de próstata deve predominar, com mais de 1,1 mil casos. Já entre as mulheres, o estudo aponta para 4.190 novos casos. O câncer de mama deve ser o prinicipal vilão com mais de 800 casos.

O Brasil deve registrar cerca de 600 mil novos casos no mesmo período. O câncer de pele não melanoma é o mais frequente no país, e a segunda posição é ocupada pelo câncer de próstata, para homens, e de mama, para mulheres.

Os homens devem apresentar mais casos de câncer que as mulheres em 2018, com cerca de 300 mil casos, enquanto elas devem ter 282 mil novos casos.

O Inca reforçou a campanha contra a estigmatização da doença, que tem como slogan "o câncer não pode acabar com a vontade de viver". O instituto reforçou a necessidade de combater a desinformação sobre a doença. A diretora-geral do Inca, Ana Cristina Pinho Mendes destacou que as notícias falsas podem afastar as pessoas do tratamento correto e gerar frustrações.

"A proliferação de mensagens falsas e incompletas leva muitos a seguir conselhos que na maioria das vezes são desprovidos de qualquer embasamento científico", disse a diretora ao destacar que um terço dos casos de câncer podem ser evitados, por serem associados a fatores como o tabagismo, a inatividade física, a obesidade e infecções como o HPV. (Com informações da Agência Brasil)

Temer sanciona lei que eleva pena para roubo com uso de explosivos
O presidente Michel Temer sancionou (23) lei que aumenta a pena para modalidades de roubo e furtos com o uso de explosivos. A lei também prevê que os...
Decreto deve ajustar reforma trabalhista, após MP perder validade
O governo deve editar nos próximos dias um decreto para ajustar pontos polêmicos da reforma trabalhista. Esses trechos já haviam sido alterados pela ...
Grupo gestor de faculdades em MS anuncia expansão para educação básica
A Kroton Educacional, grupo que gere a Uniderp e Anhanguera, em Mato Grosso do Sul, anunciou a compra do controle da Somos Educação, por R$ 4,6 bilhõ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions