A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/09/2009 09:35

Indígenas invadem prédio da Funasa de Miranda

Redação

Cerca de 300 indígenas da aldeia Moreira, em Miranda, cidade que fica a 205 quilômetros de Campo Grande, invadiram na manhã desta terça-feira o prédio da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) da cidade.

De acordo com o cacique Paulinho da Silva, a invasão é uma forma de protestar contra o mau-atendimento de funcionários da Funasa. "Não estamos sendo bem atendidos", disse.

O cacique conta que os índios estão sendo mal atendidos por agentes de saúde e motoristas das ambulâncias. "A gente liga no celular e eles desligam na cara da gente", reclama Paulinho.

O indígena fala também que está faltando remédios. "Já encaminhamos vários ofícios sobre a situação e eles não explicam o que está acontecendo", diz o cacique.

Paulinho diz que quando chegaram na Funasa, um funcionário agrediu um idoso da aldeia Moreira. "Ele [o funcionário] diz que foi agredido. Mas ele agrediu um senhor velho nosso e as mulheres só seguraram ele", se defende o cacique.

Conforme Paulinho, na aldeia Moreira vivem cerca de mil índios.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions