A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

28/11/2009 10:18

Índios mantêm protesto em frente à Funai em Dourados

Redação

Há 22 dias, um grupo de pelo menos cem índios guarani-kaiowá está acampado na Praça do Cinquentenário, em frente à sede regional da Funai (Fundação Nacional do Índio) em Dourados. Eles estão em barracas de lona montadas na praça, que fica na Avenida Marcelino Pires, no bairro Cabeceira Alegre.

Os índios acamparam no local para exigir da presidência da Funai a demissão da coordenadora regional, Margarida Nicoletti. A pressão, no entanto, ainda não surtiu efeito e Margarida continua no cargo, embora tenha deixado de ir ao local desde o dia 9 deste mês, por medida de segurança.

Nesta semana, os índios chegaram a anunciar que teriam sido informados pelo vereador douradense Dirceu Longhi (PT) que Margarida seria exonerada nos próximos dias. A garantia teria sido dada pelo presidente da Funai, Márcio Meira, ao deputado federal Vander Loubet (PT). Entretanto, tanto a assessoria da Funai quanto a de Loubet negaram a informação.

Embora enfrente protesto de algumas lideranças, Margarida conta com apoio de boa parte da comunidade indígena do cone sul. Ontem, professores índios que participam de uma Aty Guaçu (grande reunião) em Paranhos, divulgaram uma carta manifestando apoio à permanência dela no cargo. Os índios consideram a manutenção de Margarida na chefia regional como fundamental para o andamento das vistorias de novas áreas indígenas, cujo levantamento antropológico vem sendo feito por grupos de trabalho criados pela Funai.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions