A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

05/04/2009 14:48

Índios presos no Estado preocupam Anistia Internacional

Redação

A AI (Anistia Internacional) enviou para governo federal uma carta manifestando sua preocupação com os Guarani Kaiowá que vivem na comunidade indígena Passo Piraju, em Dourados, cidade distante 230 quilômetros de Campo Grande. A organização destacou a situação dos indígenas que estão presos no presídio Harry Amorim de Dourados.

A carta diz que os indígenas Carlito de Oliveira, Nilson Duarte, Estevão Duarte e Plácida de Oliveira correm risco de tortura. Eles foram presos em 12 de fevereiro, acusados de assaltarem a casa de um sargento da PM (Polícia Militar). Carlito também é suspeito de assassinato.

O órgão internacional também solicitou que o governo federal aumente seus esforços no processo de identificação das terras indígenas no Mato Grosso do Sul, com o fim de garantir o direito a terra, tranquilidade e segurança para os Kaiowá-Guarani.

Especialista diz que doenças vasculares aumentam em até 30% no verão
Dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular, seção Rio de Janeiro (SBACV-RJ), indicam que as altas temperaturas, comuns da épo...
Com 817 processos, Justiça retoma julgamentos nesta segunda em MS
O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) retoma nesta segunda-feira (22) as sessões de julgamento dos órgãos colegiados da Corte. Somente n...
Prazos processuais voltam a correr a partir de amanhã no judiciário de MS
O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) alerta que os prazos processuais voltam a fluir normalmente a partir desta segunda-feira (22) no j...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions