A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

18/02/2016 17:02

Instituições de ensino de MS aderem ao dia de mobilização contra Aedes

Ricardo Campos Jr.

Instituições de ensino de Mato Grosso do Sul vão aderir ao dia de mobilização nacional da educação pelo combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e do zika. Serão desenvolvidas atividades de conscientização entre os estudantes nos vários níveis de ensino e, em alguns casos, as ações também atingirão os pais dos estudantes.

Como as aulas da rede estadual ainda não começaram, a SES (Secretaria Estadual de Educação) realizará um evento aos alunos do CEI (Centro de Educação Infantil) José Eduardo Martins Jallad (Zedu), no Parque dos Poderes.

Segundo informações da assessoria de imprensa do órgão, serão desenvolvidas ações para a sensibilização das crianças e as famílias para a prevenção contra o inseto, como evitar manter locais com água parada em casa.

O centro atende 380 crianças de zero a 5 anos, filhos dos servidores públicos do Poder Executivo do Estado de Mato Grosso do Sul, lotados e em exercício nos órgãos sediados no Parque dos Poderes, do berçário ao pré II.

Nas escolas que oferecem o Projovem Urbano, projeto que auxilia na qualificação profissional na área de telemática e fomenta o exercício da cidadania, já estão sendo realizadas ações de mobilização desde o mês passado.

Os diretores da rede estadual foram orientados para realizar atividades de prevenção quando as aulas forem iniciadas no dia 29.

Já o IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) envolverá estudantes, professores e técnicos-administrativos de Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas em atividades de panfletagem além de plantio e distribuição de sementes da crotalária, planta que atrai predadores naturais do Aedes aegypti, como as libélulas.

Além disso, também estão previstas vistorias nos campi para eliminar os possíveis focos do mosquito.

O Campo Grande News entrou em contato com a prefeitura de Campo Grande para saber se a Semed (Secretaria Municipal de Educação) realizaria alguma atividade pela mobilização nacional, mas até a publicação desta reportagem não houve retorno.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions