ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SÁBADO  25    CAMPO GRANDE 20º

Interior

Agentes da Defesa Civil e Agesul analisam cratera de 8 metros

Buraco foi aberto durante forte temporal, na última sexta-feira, em Nova Andradina

Por Ana Oshiro | 09/12/2020 16:38
Defesa Civil e Agesul fazem avaliação de cratera em Nova Andradina (Foto: Divulgação/Agesul)
Defesa Civil e Agesul fazem avaliação de cratera em Nova Andradina (Foto: Divulgação/Agesul)

Equipes da Defesa Civil e da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) foram até Nova Andradina, a 300 km de Campo Grande, para conferir e fazer uma avaliação da cratera aberta na última sexta-feira (4) durante temporal.

Segundo a Agesul, o buraco tem cerca de 20 metros de diâmetro e 8 metros de profundidade. O prefeito da cidade decretou estado de emergência na segunda-feira (7).

“Tem duas casas com maior risco de desabar e mais duas que tiveram as famílias retiradas por precaução. A erosão foi bem grande e perto das casas. A prefeitura decretou emergência e o Estado vai analisar”, contou o Major Romiran Oliveira, da Defesa Civil Estadual.

Três funcionários da Defesa Civil Estadual e três engenheiros da Agesul estiveram no local. “Fizemos o levantamento da situação e estamos dando o suporte técnico. O solo de lá é arenoso, é fácil acontecer uma erosão”, explicou o gerente de fiscalização da Diretoria de Empreendimento de Infraestrutura Urbana, Gildson Arima.

As chuvas ampliaram a cratera que já existia, na esquina da rua Espírito Santo com a rua Irmã, na periferia do município. As obras emergenciais estão sob responsabilidade da prefeitura, que já fez um requerimento pedindo maquinários do governo estadual.

Cratera tem cerca de 20 metros de diâmetro e 8 de profundidade (Foto: Divulgação/Agesul)
Cratera tem cerca de 20 metros de diâmetro e 8 de profundidade (Foto: Divulgação/Agesul)


Nos siga no Google Notícias