ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Agepen define novos diretores dos presídios masculino e semi-aberto

Por Elci Holsback | 27/01/2017 11:51
Novos diretores dos estabelecimentos penais de Corumbá (Foto: Divulgação/Agepen)
Novos diretores dos estabelecimentos penais de Corumbá (Foto: Divulgação/Agepen)

A Agepen (Agência Estadual do Sistema Penitenciário) publicou no DOE (Diário Oficial do Estado) desta sexta-feira (27) os nomes dos dois diretores interinos dos presídios masculinos de regime fechado e de regime semiaberto de Corumbá - distante 419 km de Campo Grande.

Segundo a publicação, o Estabelecimento Penal de Corumbá será dirigido pelo agente penitenciário da área de Segurança e Custódia, Mauro Augusto Ferrari de Araújo, que já foi chefe de equipe da Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande. Araújo é formado em Educação Física, mestrando em Psicologia e possui cursos na área de Segurança Pública, como de Gerenciamento de Crises, Planejamento Estratégico, Gestão e Uso da Informação.

No Estabelecimento Penal de regimes semiaberto e aberto de Corumbá, quem assume é o servidor da área de Segurança e Custódia Domingos Sávio de Arruda. Ele é graduado em História e com especialização em Gestão Penitenciária e atua no sistema prisional do Estado há cerca de 25 anos. Arruda já atuou também na Máxima de Campo Grande e no presídio fechado de Corumbá.

Operação Xadrex - No último dia 23, os então diretores dos presídios de regime fechado e aberto de Corumbá, Ricardo Lima Nascimento e Douglas Novaes Vila, foram presos durante a operação Xadrez, coordenada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado).

A ação foi resultado de investigação por tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção, peculato e falsidade documental, onde foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão, um de condução coercitiva e nove de prisão temporária. Os alvos também abrangeram detentos dos regimes aberto e fechado suspeitos de envolvimento com o esquema fraudulento.

 

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário