A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 13 de Outubro de 2019

05/04/2016 11:22

Após 12 anos de impasse ambiental, fazenda é liberada para reforma agrária

Aline dos Santos

Após mais de uma década de impasse, a Justiça Federal deu ao Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) a posse da fazenda Serra Alegre, em Bodoquena, a 266 km de Campo Grande. O entrave era legislação ambiental, que fixava em 10 quilômetros a distância do Parque Nacional da Serra da Bodoquena.

Conforme o instituto, a resolução do Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente) foi alterada para limite de três quilômetros. A alteração liberou a ocupação da área. A questão jurídica data de 2004. O custo da fazenda foi de R$ 6 milhões.

Desde então, o local foi ocupado por 78 famílias. O Incra fará levantamento do perfil para ver ser os moradores atendem as exigências da reforma agrária, que veta, por exemplo, que comerciantes e militares tenham lotes.

Com o último assentamento datado de 2013 em Mato Grosso do Sul, a reforma agrária ensaia retomada. Para este semestre, o planejamento é a liberação da fazenda Piquenique, em Amambai, que deve receber 55 famílias.

Ontem, foi publicado decreto presidencial de desapropriação da fazenda São João, localizada em Nova Alvorada do Sul. O imóvel rural vai receber 66 famílias e foi avaliada em R$ 7,5 milhões.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions