A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

04/04/2016 08:34

Fazenda de MS avaliada em R$ 7 milhões será ocupada por 66 famílias

Aline dos Santos

Com decreto presidencial de desapropriação publicado nesta segunda-feira (dia 4), a fazenda São João, localizada em Nova Alvorada do Sul, vai receber 66 famílias e foi avaliada em R$ 7,5 milhões. De acordo com decreto de interesse social, o imóvel rural tem 1.306 hectares.

Os sem-terra já estão acampados em frente à fazenda, situada no km 210 da BR-267 . Conforme assessoria de imprensa do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), são 1.280 hectares e a distribuição dos lotes será de acordo com a lista única de cadastro do instituto. Em seguida, será “cortado” os terrenos, com definição das áreas de preservação ambiental. Depois, vem a etapa de infraestrutura: instalação de energia elétrica, abastecimento de água, abertura de estradas e construção das casas.

Asfixiado por contingenciamento de verbas e com paralisia que já dura três anos, o Incra tenta retomar a reforma agrária em Mato Grosso do Sul. No mês passado, o superintendente do órgão federal, Humberto de Mello Pereira, informou ao Campo Grande News que a previsão era inaugurar no primeiro semestre deste ano assentamentos em Amambai e Bodoquena, num total de 150 famílias. O último assentamento no Estado foi feito em 2013.

Decreto - O documento de interesse social foi assinado pela presidente Dilma Rousseff (PT) na última sexta-feira. Na ocasião, o governo também autorizou a desapropriação de áreas em outros 12 Estados: Goiás, Pernambuco, Maranhão, Minas Gerais, Tocantins, Rio Grande do Norte, Pará, Ceará, Sergipe, Paraíba, Bahia e Paraná.

Também foram assinados decretos de regularização de territórios quilombolas no Maranhão, Pará, Rio Grande do Norte e Sergipe.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions