ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 19º

Interior

Armada do Paraguai apreende 1 milhão de pacotes de cigarro em barcos

Produto fabricado no país vizinho seria enviado ao mercado brasileiro através do Rio Paraná

Por Helio de Freitas, de Dourados | 09/05/2022 15:23


Operação conjunta da Armada paraguaia e da Unidade Interinstitucional para Prevenção, Combate e Repressão do Contrabando apreendeu pelo menos 1 milhão de pacotes de cigarro que estavam sendo enviados para o mercado brasileiro. São 50 milhões de maços – 500 milhões de unidades de cigarro.

As apreensões ocorreram entre a noite de ontem e a manhã desta segunda-feira (9) na margem do Rio Paraná, em Canindeyú, departamento que fica na fronteira com Mundo Novo (MS). Os barcos foram localizados com apoio aéreo (vídeo acima).

O cigarro fabricado no Paraguai para ser enviado ilegalmente ao Brasil estava em 11 embarcações a motor. Cinco caminhões e quatro caminhonetes usados para levar o produto até a margem do rio também foram apreendidos.

O chefe da unidade, ministro Emilio Fuster, postou em sua conta no Twitter que o carregamento tinha várias marcas de cigarro, principalmente Eigth, fabricada pela Tabacalera del Este AS, de propriedade do ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes.

A primeira carga, de 500 mil pacotes, foi localizada em um porto clandestino, ao lado do lago da hidrelétrica Itaipu. No local foram apreendidos os cinco caminhões de grande porte, as quatro caminhonetes e três lanchas. Por volta de meio-dia, mais 500 mil pacotes foram encontrados em oito embarcações. Cada pacote tem 10 maços.

Segundo autoridades paraguaias, a operação começou há vários dias para monitorar o envio do cigarro até a margem do rio. Na primeira incursão houve troca de tiros entre militares e contrabandistas, mas ninguém foi preso.

Barcos com cigarro contrabandeados localizados por helicóptero militar (Foto: Divulgação)
Barcos com cigarro contrabandeados localizados por helicóptero militar (Foto: Divulgação)


Nos siga no Google Notícias