A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 13 de Outubro de 2019

08/06/2016 14:12

Assessor de prefeito diz que licitação é “carta marcada” e cita Zeca do PT

Chefe de gabinete do prefeito de Nova Alvorada afirmou a moradores de distrito que emenda já vem destinada para “empreiteira do deputado”; conversa foi gravada

Helio de Freitas, de Dourados
José Luiz de Oliveira (à direita), ao lado do prefeito Juvenal Neto (Foto: Divulgação)José Luiz de Oliveira (à direita), ao lado do prefeito Juvenal Neto (Foto: Divulgação)
Zeca chamou assessor de prefeito de idiota e disse que ele fez “patifaria” (Foto: Divulgação)Zeca chamou assessor de prefeito de idiota e disse que ele fez “patifaria” (Foto: Divulgação)

Em vídeo gravado por um morador, José Luiz de Oliveira, chefe de gabinete da prefeitura de Nova Alvorada do Sul, município a 120 km de Campo Grande, e braço direito do prefeito Juvenal Neto (PSDB), afirma que licitação é “jogo de carta marcada” e que o dinheiro de emenda já vem “carimbado” para determinada empresa, geralmente indicada pelo parlamentar que conseguiu os recursos.

A “confissão” expõe uma situação bastante conhecida e que já levou vários administradores públicos a perderem o cargo e até para a cadeia – o crime de fraude em processo de licitação. Além de comprometer a própria gestão pública da qual faz parte, José Luiz também citou o deputado federal Zeca do PT.

As declarações foram feitas em reunião no dia 3 deste mês. José Luiz atendeu moradores do distrito Pana que foram à prefeitura para cobrar um projeto que precisa ser encaminhado pelo município à Funasa (Fundação Nacional de Saúde) para a liberação de R$ 480 mil para construção de um poço artesiano e rede de água tratada.

A emenda foi apresentada pelo deputado Zeca do PT e a falta do projeto, que seria de responsabilidade da prefeitura, impede a liberação do dinheiro.

Em um momento da reunião, um dos moradores telefona para outra pessoa, possivelmente ligada ao deputado, e coloca a conversa no viva voz do celular, para José Luiz e as outras pessoas ouvirem.

Depois que o diálogo acaba, a reunião continua e o chefe de gabinete tenta convencer os moradores que não adianta ter esperança quanto à licitação e que o melhor seria falar “com o engenheiro do Zeca”.

“Não adianta licitar, já vem com carta marcada. É pessoas dele [Zeca do PT] que vai fazer. Ele só precisava entregar, mas não entregou até agora esse projeto aqui. O engenheiro do Zeca, se você quiser, você vai ali, tá fazendo aquela obra ali”, afirmou José Luiz.

Emendas direcionadas – Em outro trecho da conversa, o chefe de gabinete explica aos moradores como funciona o esquema de direcionamento de recursos federais, obtidos através de emendas parlamentares: "Os caras indicam emenda e falam: ‘é fulano que vai fazer’. Não adianta licitar ‘aqui é o A, aqui é o B’. Já vem carta marcada”.

Moradores do distrito que estavam na reunião prometeram denunciar o caso ao Ministério Público e cobrar uma investigação sobre o suposto esquema de direcionamento de emendas.

Representantes do distrito, que pedem para não terem o nome divulgado, afirmam que o projeto a ser apresentado à Funasa para a construção do poço estaria sendo barrado pelo prefeito Juvenal Juvêncio por rixa política, já que ele e Zeca são de partidos adversários.

“Foi montagem” – Procurado hoje para falar sobre o caso, José Luiz de Oliveira disse ao Campo Grande News que os vídeos foram “montados” pelos moradores, mas se negou a fazer outros comentários. A assessoria jurídica da prefeitura disse que o prefeito Juvenal deve se manifestar ainda hoje sobre o caso.

Zeca diz que declaração é idiotice – Já o deputado federal Zeca do PT afirmou, por telefone, ao Campo Grande News, que o chefe de gabinete do prefeito Juvenal Neto agiu “por má fé” ou por não entender “absolutamente nada do que estava falando”. O petista chamou de “idiotice” as declarações.

“O prefeito me ligou pedindo desculpas, pedindo perdão, e disse que está afastando o chefe de gabinete. Primeiro o chefe de gabinete disse que a emenda foi assinada com o governador. Mentira ou má fé. As emendas que assinei com o governador são emendas em parceria com o governo do Estado, essa de água e via Funasa. Equívoco ou má fé”, afirmou Zeca.

Outro erro de José Luiz de Oliveira, segundo Zeca, foi afirmar que ele sequer tinha apresentado o projeto básico. “Deputado não faz projeto básico, quem faz é a prefeitura. Deputado apresenta emenda. O prefeito falou que está concluindo agora o projeto básico”, afirmou o deputado.

“É tão idiota esse secretário que falou isso que não sabe que emenda só é licitada depois que o projeto é apresentado. Portanto, não tem nenhuma consistência, só um monte de idiotice pronunciada. Entendo que está encerrado o assunto. Foi uma patifaria de quem se pronunciou ou de quem não entende e nem sabe o lugar que está”, disse Zeca do PT.

Três pessoas são mortas em fazenda; vítima baleada na boca consegue fugir
Três pessoas foram mortas na tarde deste domingo (13) em uma propriedade rural de Corumbá –a 419 km de Campo Grande–, de onde uma quarta vítima, bale...
Populares encontram homem esfaqueado e desorientado caído em rua da Vila Bela
Equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Coxim –a 260 km de Campo Grande– socorreu no início da noite deste domingo (13) um homem...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions