ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUARTA  08    CAMPO GRANDE 20º

Interior

Atingida por 4 tiros disparados pelo ex-marido, mulher morre na Santa Casa

Ela não resistiu e morreu na sexta-feira. O ex que atirou na própria cabeça após o crime também faleceu

Por Viviane Oliveira | 25/10/2021 08:33
Carro onde a vítima estava quando foi surpreendida pelo ex-marido ficou cheio de sangue. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Carro onde a vítima estava quando foi surpreendida pelo ex-marido ficou cheio de sangue. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Depois de 26 dias internada, Vera Lúcia Machado de Souza, 37 anos, ferida com 4 tiros disparados pelo ex-marido, Anilson Assis de Oliveira, 49 anos, morreu na última sexta-feira (23), na Santa Casa de Campo Grande.

Conforme a assessoria de imprensa do hospital, a vítima seguia internada no CTI (Centro de Terapia Intensiva), sem sedação e sem sinais de despertar, entubada em traqueostomia e em estado gravíssimo. Devido à instabilidade, evoluiu para parada cardiorrespiratória, sem sucesso ao protocolo de reversão do quadro. O óbito foi constatado às 20h40.

O crime aconteceu na noite do dia 28 do mês passado, em Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande. Horas depois de atirar na mulher, Anilson disparou na própria cabeça. Ele também foi levado para a Santa Casa e faleceu na noite de ontem (24), depois de uma parada cardiorrespiratória.

Crime - A vítima chegava em casa, quando foi surpreendida por Anilson e atingida por quatro tiros antes mesmo de descer do carro que dirigia. Após os disparos, ele fugiu em uma motocicleta e foi encontrado pela Polícia Militar já com o ferimento de tiro na cabeça, às margens do Rio Sucuriú.

Antes de atirar na ex-mulher, o autor chegou a ser preso por ameaçar Vera Lúcia no dia 11 de abril, mas foi solto dois dias depois. Conforme o delegado, Caíque Ducatti, de Costa Rica, com a morte de Anilson, é extinta a punibilidade dele e o processo arquivado.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário