A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Outubro de 2019

12/09/2019 22:08

Atirador usou almofada para abafar dois tiros na nuca de empresário

Três criminosos são procurados por envolvimento no crime

Adriano Fernandes e Helio de Freitas
Residência onde a vítima foi executada pelos criminosos. (Foto: Porã News) Residência onde a vítima foi executada pelos criminosos. (Foto: Porã News)

A polícia está em busca de três criminosos que participaram da execução do empresário Elesbão Lopes Carvalho Filho, de 68 anos, no começo desta noite (12) em sua residência em Ponta Porã, cidade a 323 quilômetros de Campo Grande. O atirador usou uma almofada para "abafar" o barulho dos dois disparos na nuca do empresário. 

Elesbão chegava no imóvel da Rua Heliodoro Alves Salgueiro no Bairro Santa Izabel em um Citroen, prata, quando foi surpreendido pelo trio. Logo em seguida a esposa do empresário, uma vizinha e uma massagista que se estavam no local foram rendidas e imobilizadas com fita adesiva.

Enquanto elas eram mantidas na mira dos criminosos o outro atirador levou Elisbão até o fundo da residência e o matou com os dois tiros na nuca. Antes de fugirem, eles ainda reviraram objetos da casa e deixaram um cofre aberto. No endereço, peritos apreenderam o celular da vítima e um projétil de calibre ainda indefinido.

Câmeras de segurança na região também foram recolhidas pela polícia e o indícios são de que o crime tenha sido minuciosamente planejado pelos criminosos. As testemunhas relataram que pelo menos um dos pistoleiros usava luvas.

Elesbão Lopes Carvalho Filho fez aniversário na última sexta-feira (06). 

Condenado - Elesbão era ex-gerente do banco BCN de Ponta Porã e já havia sido condenado a 132 anos de prisão pelo então juiz federal Odilon de Oliveira, no ano de 2004. Entre 1992 a 1997 Elesbão autorizou aberturas de contas em nomes de fantasmas e laranjas, na agência do BCN em Ponta Porã.

Foram 29 contas abertas, por onde foram desviados R$ 3 bilhões. Os desvios vieram a tona em grandes escândalos de corrupção no país, mas os verdadeiros donos das contas não foram descobertos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions