A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2019

21/01/2016 14:21

Autor de latrocínio confessa crime e afirma que era conhecido da vítima

Mariana Rodrigues
Leandro Bento da Silva, confessou a autoria do crime. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)Leandro Bento da Silva, confessou a autoria do crime. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A Polícia Civil de São Gabriel do Oeste, a 140 km de Campo Grande, prendeu Leandro Bento da Silva, 22 anos. Ele é um dos autores do crime de latrocínio cometido contra o comerciante Niganor Fernandes, 63 anos, encontrado morto, amarrado e amordaçado dentro de sua mercearia e que chamou a atenção devido ao requinte de crueldade.

Segundo informações do site Idest, Leandro foi preso em flagrante na terça-feira (19), ele confessou a autoria do crime assim que foi preso, inclusive passou vários detalhes do roubo seguido de morte. Leandro era conhecido da vítima e foi visto por testemunhas saindo da mercearia de Niganor na manhã do dia do crime.

Durante o depoimento, o autor ainda indicou que teve a participação de outra pessoa. Através de investigações, a Polícia Civil deteve a pessoa indicada pelo suspeito, porém, após o mesmo ser ouvido não foi confirmada a sua participação no crime. As investigações continuam para localizar o outro participante.

Leandro relatou aos policiais que ele e uma outra pessoa haviam roubado entre R$ 6 mil a R$ 7 mil da mercearia no início da noite de terça-feira. Segundo as investigações, ele e o comparsa estavam em uma caminhonete prata e possivelmente o dinheiro roubado esteja com o criminoso que está foragido, já que com Silva nada foi encontrado.

Silva foi autuado em flagrante por latrocínio (roubo seguido de morte). Caso seja condenado, a pena para o crime varia entre 20 e 30 anos de reclusão.

Caso - Na última terça-feira, os autores invadiram a mercearia na localidade do Areado, e amarraram Niganor Fernandes com as mãos para trás e o amordaçaram. Fernandes acabou morrendo momentos depois após ser asfixiado pela mordaça. Como a vítima não tinha o hábito de depositar dinheiro em banco, teria despertando a cobiça dos bandidos.

Dupla amordaça e mata comerciante por asfixia para roubar R$ 8 mil
A Polícia Civil trabalha nas investigações em busca de pistas que levem à elucidação de um assassinato cometido com requintes de crueldade no início ...
"É toda sua", teria dito jovem ao deixar suspeito estuprar sua esposa de 16 anos
Dois suspeitos, de 18 e 19 anos, foram presos acusados de terem estuprado uma adolescente, de 16 anos, nesta quinta-feira (17) em uma construção aban...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions