A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 27 de Março de 2017

15/11/2012 08:12

Bandidos fazem refém por 5h em empresa de transporte de valores

Francisco Júnior
Ocorrência mobilizou todas as forças policiais de Corumbá. (Foto: Anderson Gallo/Diário Online)Ocorrência mobilizou todas as forças policiais de Corumbá. (Foto: Anderson Gallo/Diário Online)
Artefatos apreendidos pela Polícia. (Foto:Anderson Gallo/Diário Online)Artefatos apreendidos pela Polícia. (Foto:Anderson Gallo/Diário Online)

Bandidos que invadiram a empresa de transporte de valores Brinks, em Corumbá, durante a noite ontem (14) em Corumbá, se entregaram a Polícia após cinco horas de negociação. Eles chegaram a fazer um funcionário de refém.

De acordo com o site Diário Online, os assaltantes chegaram à empresa por volta das 21h30 e entraram no local pelo telhado utilizando cordas. Antes que conseguissem sair do prédio, a Polícia cercou todo a área.

Todo o quarteirão foi isolado e além da PM, agentes da Polícia Federal, Polícia Civil, Força Nacional de Segurança, DOF e da Guarda Municipa atenderam a ocorrência.

Após se entregarem, por volta das 2h30 desta quinta-feira, os dois assaltantes foram levados para a Delegacia de Polícia Civil.

Enquanto a Polícia Militar e a Defensoria Pública negociavam a rendição dos dois homens que seriam dos estados de São Paulo e Minas Gerais, policiais apreenderam quatro veículos durante buscas pelas proximidades a empresa. Entre eles, uma caminhonete, com placas da Bolívia.
No veículo foram encontradas cinco pistolas 9 milímetros, um revólver 357, um fuzil 762 e em torno de 1,5 mil munições de vários calibres apreendidos.

Os policiais ainda encontraram material para curativos e rolos de silver tape, usado para amordaçar e imobilizar vítimas, além de documentos.

A Polícia ainda não confirmou a identidade dos bandidos presos e investiga o envolvimento de outras pessoas no crime, devido ao armamento e veículos apreendidos.

 

Sem-Terra invadem usina de Bumlai e prometem atear fogo se polícia intervir
Grupo de trabalhadores rurais ligados ao MSTB (Movimento Sem-Terra do Brasil) invadiram na manhã desta segunda-feira (27) a Usina São Fernando, em Do...
Motociclista de 60 anos morre após ser atingida por carro em cruzamento
A motociclista Wany Meire Batista de Oliveira, 60 anos, morreu após ser atingida por um veículo, no final da tarde de domingo (26). O acidente aconte...
Durante bebedeira em bar, homem é esfaqueado e morre no hospital
Homem de 58 anos morreu após ser atingido com um golpe de canivete na região do tórax, por volta das 22h de domingo (26), em um bar de Cristalina, di...



Por sorte os que estavam na cobertura,do lado de fora ficaram com medo e abandonaram as armas e os comparsas dentro da empresa.
Foi fundamental a atitude de quem viu e avisou a policia. Parabéns a criticada PM!!!
 
arivaldo paiva em 16/11/2012 00:29:02
Se fossem espertos veriam que estavam em região de fronteira. Muito mais policiada. O fato tem que ser investigado, tem mais pessoas envolvidas.
 
Fátima Santos em 15/11/2012 20:15:33
...são amadores,se fossem profissionais teriam finalizado a ação rapido e sem percepçao da policia..
 
helio nantes em 15/11/2012 10:19:21
PODE PROCURAR QUE TEM MAIS DE 10 ENVOLVIDOS e garanto que são da pezada como integrantes de Bandidos ESPECIALIZADOS NESTAS AÇÕES,,, não é ação pra bandidinho pé de chinelo....

ACORDA BRASIL preso TEM QUE TRABALHAR DURO se não fica em HOTEL DE LUXO E FAZENDO FACULDADE DO CRIME, com toda mordomia possivel DROGA, CELULAR,MULHERES, INTERNET tudo dentro do presídio....

DISCORDO DO MINISTRO DA JUSTIÇA... quem passa mal na Cadeia e o bandido pé de chinelo,,, os BANBANS ficam nas mordomias
 
MATEUS COSTA em 15/11/2012 09:55:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions