ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SEGUNDA  06    CAMPO GRANDE 31º

Interior

Bombeiros deixam Nabileque, mas fogo devasta até ponte

Possibilidade de fortes chuvas a partir de amanhã (16), pode ajudar na extinção dos incêndios no Pantanal

Por Adriano Fernandes | 15/09/2021 23:57
Sobrevoo na região do Paiaguás. (Foto: Corpo de Bombeiros) 
Sobrevoo na região do Paiaguás. (Foto: Corpo de Bombeiros)

Após 4 dias de combate, monitoramento e rescaldo das chamas no Nabileque, o fogo enfim deu uma trégua e permitiu a desmobilização dos militares do Corpo de Bombeiros da região, nesta quarta-feira (15). No entanto, o trabalho segue em outros pontos do Pantanal de Corumbá, por onde o fogo ainda insiste em avançar.

Hoje, uma guarnição teve de retornar à uma ponte na região do Porto do Manga, para controlar a reignição de novos focos, que já haviam afetado a estrutura. Os combates também continuaram na região pantaneira do Paraguai, na fazenda Jatobazinho, local de difícil acesso. O deslocamento até a região foi feito de barco e a área queimada estimada hoje, foi de 5,49 km².

As fazendas Saran e Porto da Manga perderam aproximadamente 7,90 km² de vegetação. Na região da Fazenda Barro Preto, a área total aproximada queimada foi de 16,58 km², ainda conforme o relatório da Operação Hefesto.

 Chuva - Se o clima seguir como previsto, há possibilidade de chuvas a partir de amanhã, na região pantaneira de Corumbá, o que pode favorecer a extinção dos focos de incêndio. O município está entre as 53 cidades do Estado, sob alerta de chuvas intensas com precipitação de até 50 mm (milímetros) por dia e ventos fortes.

Há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. O aviso começa a valer ao meio-dia desta quarta-feira (15) e termina amanhã, às 10h.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário