A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

18/06/2019 19:32

Casal preso por matar tio e sobrinho disse que se incomodou com gritos

Dupla foi presa na tarde desta terça-feira, três dias após o crime

Clayton Neves e Helio de Freitas, de Dourados
Os dois corpos foram encontrados na manhã de sábado (15) por moradores (Foto: Adilson Domingos)Os dois corpos foram encontrados na manhã de sábado (15) por moradores (Foto: Adilson Domingos)

A polícia prendeu nesta terça-feira (18) casal suspeito de assassinar Josias da Silva Machado, de 48 anos, e Pedro Avila Morales Filho, de 19 anos, tio e sobrinho encontrados mortos na manhã de sábado (15), na Aldeia Jaguapiru, em Dourados, cidade a 233 quilômetros de Campo Grande. À polícia, os autores confessaram que mataram as vítima porque se incomodaram com gritos da dupla, que consumia bebida alcoólica.

O nome dos suspeitos não foram divulgados, no entanto, a polícia informou que trata-se de uma índia e do marido dela, que não é índio. Eles devem ser apresentados na manhã desta quarta-feira (18).

De acordo com informações do SIG (Serviço de Investigações Gerais), responsável pela prisão, em depoimento o casal disse que caminhava na mesma estrada em que estavam os irmãos, momento em que Josias e Pedro começaram a gritar, um costume dos índios.

Os gritos incomodaram os suspeitos que deram início a discussão que terminou na morte das vítimas. Todos consumiam bebida alcoólica no momento da confusão.

O caso - Tio e sobrinho foram mortos durante a madrugada de sábado (15) com golpes de facão. Pedro foi decapitado após ser atingido por golpe de facão. Josias foi atingido por facada na cabeça e no tórax.

Pelo menos três pessoas esperavam os dois na estrada conhecida como Brejinho, próximo ao próximo ao Hospital da Missão. Os dois corpos foram encontrados somente pela manhã por moradores que avisaram as lideranças indígenas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions