ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SÁBADO  20    CAMPO GRANDE 22º

Interior

“Cheguei lá e esfaqueei ela”, confessa homem que matou idosa "sem motivo"

À polícia, ele surpreendeu dizendo apenas que "precisava" fazer aquilo

Mirian Machado | 19/08/2022 16:58
Viatura da Polícia Militar em frente à casa da idosa morta. (Foto: Lucas Nogueira | Região News)
Viatura da Polícia Militar em frente à casa da idosa morta. (Foto: Lucas Nogueira | Região News)

Juliano de Lacerda Bittencourt, de 25 anos, conhecido como "Avatar", confessou que matou Ivonete Bartolomeu, 64 anos, a facadas, e feriu o marido dela, de 62 anos. Ele  invadiu a casa do casal na manhã de quinta-feira (18) em Sidrolândia, a 71 km de Campo Grande. Juliano não conhecia os dois, e surpreendeu a polícia ao admitir que não tinha qualquer motivo para o crime, apenas que “precisava fazer aquilo”.

À polícia, o autor confirmou a versão do marido da idosa. Disse que estava na casa ao lado das vítimas. Ele havia dormido lá. Ao amanhecer fumou maconha e saiu. Por volta das 12h voltou e pegou uma faca de açougue de cabo branco que estava em cima do balcão e foi em direção a casa do casal.

Juliano saiu a um mês do Presídio de Segurança Máxima da Capital. (Foto: Processo)
Juliano saiu a um mês do Presídio de Segurança Máxima da Capital. (Foto: Processo)

“Entrei na residência com a faca na mão. A porta da frente estava aberta. A mulher estava sentada almoçando. Cheguei lá e esfaqueei ela”, disse no depoimento.

Afirmou ainda que desferiu cerca de 4 ou 5 facadas na mulher que gritava “Para moço”, porém continuou até que o marido da mulher apareceu e também foi esfaqueado. Juliano fugiu assim que o idoso caiu ao chão.

Ele confirmou que não conhecia as vítimas, nem ao menos sabe os nomes. Juliano, diz que é integrante da facção PCC (Primeiro Comando da Capital) e saiu do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande há um mês.

Nos siga no Google Notícias