ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 

Interior

Cocaína boliviana foi avaliada em 4 milhões de dólares

Ao todo foram encontrados 574,8 quilos de cocaína sob o assoalho da carroceria do caminhão

Por Adriano Fernandes e Helio de Freitas | 17/03/2021 20:38


Pesou 574,8 quilos a cocaína encontrada sob o assoalho da carroceria de um caminhão, apreendido nesta quarta-feira (17) na região do Chaco, no Departamento (equivalente a Estado) de Alto Paraguai. O carregamento foi avaliado em 4 milhões de dólares.

Os três traficantes flagrados com a cocaína, são os paraguaios Juan Antonio Gill Mieres, Rafael Chamorro e Alberto Ferreira Britez, motorista do caminhão. A carga e os criminosos foram levados para Assunção, Capital do Paraguai, por via terrestre. O percurso do local onde a droga foi apreendida até a cidade é de aproximadamente 700 quilômetros. 

A cocaína estava no fundo falso de um caminhão interceptado na região de Carmelo Peralta, cidade separada de Porto Murtinho (MS) pelo Rio Paraguai.  Segundo a Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) a droga foi descoberta durante a Operação Olimpo, resultado de meses de investigações.

Também foi apreendida uma caminhonete Mitsubishi Triton preta que fazia o serviço de batedor de estradas para a carga. O serviço de inteligência da agência antidrogas paraguaia descobriu que a quadrilha traz cocaína de avião da Bolívia até pistas clandestinas em Alto Paraguai.

Da região do Chaco, a droga é colocada em veículos e transportada por terra até o Departamento de Amambay, cuja capital é Pedro Juan Caballero, cidade vizinha de Ponta Porã (MS). O destino final seria o mercado brasileiro.

Chaco – O Gran Chaco, ou simplesmente Chaco, é bioma de floresta seca com quase um milhão de quilômetros quadrados no centro da América do Sul. Ocupa vasta planície entre o norte da Argentina, o Paraguai, a Bolívia e porções de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, margeando áreas semialagadas do Pantanal.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário