ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 20º

Interior

Colisão entre embarcações que matou pescador ocorreu em curva entre rios

Pescador envolvido em acidente se negou a fazer teste do bafômetro e foi levado para a delegacia.

Por Mirian Machado | 02/05/2021 13:11
Pescador morreu. Filho e piloto de barco ficaram feridos (Foto: Tempo MS News)
Pescador morreu. Filho e piloto de barco ficaram feridos (Foto: Tempo MS News)

Morto durante colisão entre embarcações, identificado apenas como Carlos, foi atingido por uma lancha de motor 115 hp, tendo a inscrição “Mamba Negra”, de propriedade do piloto identificado apenas como Thiago, que fugiu após o acidente.

O acidente aconteceu por volta das 13h40 no encontro dos Rios Miranda e Aquidauana. Pouco tempo depois a PRF (Polícia Rodoviária Federal) abordou uma caminhonete Toyota Hilux com o condutor, que não teve a identidade revelada, a esposa e três filhos. À polícia, ele disse que havia sofrido um acidente com a embarcação e levava um dos filhos ao hospital. Uma ambulância então foi acionada e levou as vítimas até o hospital de Miranda.

O motorista seguiu para a Unidade Operacional da PRF e declarou que estava pescando no Rio Aquidauana. Segundo ele, por volta das 12h30 desceu o rio em direção da região Touro Morto, quando próximo de uma curva, após 15 minutos de deslocamento viu uma embarcação parada, em seguida viu outra subindo o rio.

Ele teria saído para a direita enquanto a embarcação foi para à esquerda, quando ocorreu o choque entre ambas. O impacto atingiu toda a proa de sua lancha.

Após o acidente, conversou com o piloteiro avisando que socorreria seus familiares e solicitaria socorro às outras vítimas. Deixou a lancha próxima da base da PMA e pediu para um amigo pedir socorro para as vítimas do outro barco.

Segundo a PRF, o pescador se negou a fazer o teste do bafômetro e informou que bebeu 4 garrafas  de 250 ml de cerveja. Ele foi levado para prestar esclarecimentos na Delegacia de Polícia Civil de Miranda.

A reportagem entrou em contato com a Marinha e aguarda retorno. O órgão a principio afirmou que abrirá inquérito administrativo para investigar o acidente.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário