A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

07/12/2017 11:51

Comboio carregava 410 mil pacotes de cigarro e apreensões batem recorde

Três motoristas foram presos e cinco abandonaram caminhões e fugiram; no varejo, carga seria vendida por R$ 16,4 milhões

Helio de Freitas, de Dourados
Carga recorde de cigarro paraguaio seria levada para três cidades, segundo os motoristas (Foto: Osvaldo Duarte)Carga recorde de cigarro paraguaio seria levada para três cidades, segundo os motoristas (Foto: Osvaldo Duarte)

O comboio formado por oito caminhões e carretas, interceptado na madrugada de ontem (6) pelo DOF (Departamento de Operações de Fronteira) carregava 410 mil pacotes de cigarro contrabandeado do Paraguai. A apreensão ocorreu na BR-267, no município de Maracaju, a 160 km de Campo Grande.

Cada pacote tem dez maços, o que representa um total de 4,1 milhões de maços. Cada maço custa, em média, R$ 4 no mercado informal, ou seja, a carga renderia R$ 16,4 milhões aos contrabandistas.

De acordo com o DOF, dos oito motoristas, apenas três foram presos. Os outros cinco teriam abandonado os caminhões ao perceber a fiscalização e correram para o mato. Os cigarros teriam como destino Campo Grande, São Paulo e Goiânia, segundo relato dos motoristas presos.

Com a apreensão de ontem, o total de cigarro apreendido neste ano pelo DOF chegou a 1,2 milhão de pacotes – 166,9% acima dos 458,1 mil pacotes apreendidos em 2016. Segundo o comando, os 410 mil pacotes equivalem a 89,49% de toda a apreensão feita pelo departamento no ano passado.

Dinheiro – Com os motoristas presos os policiais encontraram quase R$ 33 mil em dinheiro vivo. O diretor do DOF, coronel Kleber Haddad Lane, disse poder afirmar que o dinheiro seria destinado ao pagamento de propinas durante o trajeto da carga até o destino. A suspeita surgiu logo após a apreensão da carga.

Na noite de domingo (3), dois policiais militares de Mato Grosso do Sul – o sargento Alex Duarte de Aguir, 38, e o cabo Rafael cabo Rafael Marques da Costa, 28, - foram flagrados em Campo Grande cobrando R$ 150 mil para liberar uma carga de 25 mil pacotes de cigarro, avaliada em R$ 1 milhão. Os dois tiveram a prisão preventiva decretada.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions