ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUINTA  26    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Comitiva de Brasília já está em MS para visita a acampamento indígena

Por Marta Ferreira e Nadyenka Castro | 23/11/2011 10:31
Policiais federais chegam à sede da Funai em Ponta Porã. (Foto: João Garrigó)
Policiais federais chegam à sede da Funai em Ponta Porã. (Foto: João Garrigó)

A comitiva da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República que vai visitar, hoje, os índios do acampamento Guaiviry, na região Sul do Estado, cujo líder, Nisio Gomes, de 59 anos, está desaparecido desde sexta-feira passada. A Polícia Federal está investigando um ataque aos índios por pistoleiros que, segundo relato da comunidade, executou Nisio e levou o corpo na caçamba de uma camionete.

Vieram de Brasília o secretário-executivo da SDH, Ramaís de Castro Silva, o ouvidor nacional dos Direitos Humanos, Domingos da Silveira, a coordenadora-geral de Proteção a Defensores de Direitos Humanos da SDH, Clarissa Jokowski, e técnicos da pasta.

Neste momento, eles estão reunidos na sede da (Fundação Nacional do Índio), em Ponta Porã, com superintendente da Polícia Federal no Estado, Edgar Paulo Marcon, e representantes da Fundação. De lá, saem no começo da tarde para o acampamento, que fica entre as cidades de Aral Moreira e Amambai.

O objetivo da visita, segundo Ramaís afirmou ontem, é fazer um reconhecimento da situação na região, ouvir as lideranças indígenas e acompanhar as investigações sobre o caso para evitar que novas ocorrências semelhantes na região.

Nos siga no Google Notícias