ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, SEGUNDA  06    CAMPO GRANDE 31º

Interior

Defesa atesta insanidade e homem que matou esposa a facadas será internado

Após o assassinato, ocorrido em abriu de 2018, homem se entregou à polícia ainda com as roupas sujas de sangue

Por Adriano Fernandes | 17/02/2020 22:12
Eder Clemente de Souza. (Foto: Sidrolândia News)
Eder Clemente de Souza. (Foto: Sidrolândia News)

Levado a júri nesta segunda-feira (17) em Sidrolândia, Eder Clemente de Souza foi condenado a 3 anos de internação compulsória após ter matado a esposa, Edmarcia Citia da Silva, de 33 anos, golpes de faca no município.

Após o assassinato, ocorrido em abriu de 2018, Eder se entregou à polícia ainda com as roupas sujas de sangue. À justiça a defesa do réu apresentou laudo psiquiátrico, atestando que o acusado possui doença mental. A Internação tem período fixado em 3 anos, com avaliações periódicas, efetuadas por junta médica, conforme o Sidrolândia News.

Feminicídio - O caso aconteceu na noite de ontem (dia 26) de abril de 2018, no condomínio onde o casal vivia, na Rua Doutor Costa Marques, no Bairro São Bento, em Sidrolândia, distante 71 quilômetros de Campo Grande. Edmarcia Citia da Silva morreu no local. Após o crime Eder se apresentou na delegacia da cidade dizendo que havia matado a sua mulher.

Ele estava com braços, pernas e camiseta com manchas de sangue. A arma utilizada no crime foi apreendida. Eder não apresentava sinais de embriaguez, mas na delegacia contou que faz uso de remédios controlado para dormir e para depressão.