A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 25 de Novembro de 2017

15/11/2011 17:23

Detento morreu por desnutrição e desidratação em Corumbá, diz família

Marta Ferreira

O detento Leandro de Oliveira Ferreira, 30 anos, que morreu por volta das 11h45 de ontem, no presídio masculino de Corumbá, foi vítima de desidratação e desnutrição, segundo informou hoje a família dele, com base no laudo da necropsia.

O corpo foi sepultado ontem, no cemitério Nelson Chama. Familiares mostraram documento assinado por um legista, com as causas da morte: desnutrição, provocada pela falta de comida, e desidratação, pela falta de água no organismo.

Uma investigação já foi aberta pela Polícia Civil.

O detento tinha problemas psiquiátricos e, há mais de dez dias, conform afirmou a mãe, Maria Aparecida de Oliveira Ferreira, era mantido sob efeito de calmantes, sem ingerir líquidos ou alimentos sólidos.

Ela afirma que o rapaz estava mal desde sábado e ainda assim não foi levado para um hospital.

A morte dele provocou um início de tumulto no presídio e foi preciso o juiz Anderson Royer acalmar os líderes das celas para evitar uma rebelião.

(Com informações do site Capital do Pantanal)

Detento com problemas psiquiátricos morre em presídio de Corumbá
A causa da morte não foi divulgada pela políciaO detento Leandro de Oliveira Ferreira, 30 anos, morreu por volta das 11h45 de ontem, no presídio mas...
MPE entra com ação e consegue suspender do 'Dourados Brilha 2017'
Após as 16ª e 10ª promotorias de Justiça de Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - entrarem com ação, a Justiça estadual concedeu li...
'Ônibus da Saúde' fará neste sábado atendimentos em Fátima do Sul
O programa de prevenção "Ônibus da Saúde", realizado pela Cassems, levará atendimento especializado em oncologia até Fátima do Sul - cidade localizad...


Duvido, que tenha sido essa a causa da morte desse indivíduo. Gearalmente eles são mais bem tratados, que os filhos dos próprios agentes.
 
juan charlymoon em 15/11/2011 09:23:09
Alguém tem de ser responsabilizado, não apenas com "advertência". Que a apuração seja justa e de exemplo para todos que trabalham em Presídios. Quero ver se o responsável (se for condenado) aceita morrer de fome e sede na prisão.
 
Nivaldo Silva em 15/11/2011 06:35:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions