A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Junho de 2017

21/05/2015 12:37

Detentos cultivam horta e alimentos ajudam entidades filantrópicas

Flávia Lima
Dez reeducandos trabalham no cultivo da horta. (Foto:Divulgação)Dez reeducandos trabalham no cultivo da horta. (Foto:Divulgação)

Uma horta instalada no Estabelecimento Penal de Regimes Semiaberto e Aberto de Ponta Porã está ajudando a abastecer entidades filantrópicas da cidade, como a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, creches e asilo.

O objetivo da iniciativa é auxiliar na reinserção dos presos, que podem ocupar o tempo com uma atividade produtiva, que também ajuda a reforçar as refeições servidas aos detentos.

O cultivo teve início há dois meses e no total dez reeducandos estão diretamente envolvidos na atividade. Eles plantam diversos tipos de hortaliças e verduras, entre elas alface, rúcula, salsinha e cebolinha.

De acordo com o diretor do Estabelecimento Penal, José Hilton Lacerda, os materiais necessários para a realização das atividades e suporte da plantação são doados pela Pastoral Carcerária local.

O diretor destaca que o projeto foi viabilizado após ser transferido para um novo prédio, em janeiro deste ano. No local, anteriormente, funcionava a unidade semiaberta feminina e, após obras de reestruturação, passou a abrigar o presídio semiaberto masculino.

Além da horta, o prédio também abriga oficinas de trabalho, possibilitando que os internos exerçam trabalho remunerado no próprio presídio por meio de convênios com empresas.

TJ-MS segue com vagas em seleção para estagiários de Direito
O TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) continua com inscrições abertas para processo seletivo de estagiário de Direito. As vagas são par...
Relatório do TCE constata obras pagas e paralisadas em escolas públicas
Relatório apresentado nesta segunda-feira, 26, pela conselheira Marisa Serra, do TCE/MS (Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul), revela situação d...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions