A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Junho de 2017

11/02/2014 18:20

Dono de carro que causou morte pode ter criado história para abafar "bebedeira"

Bruno Chaves

A primeira suspeita da Polícia Civil era de que o motorista de um VW Gol que causou acidente como morte na BR-060, nesta terça-feira (11), entre Campo Grande e Sidrolândia, teria roubado o veículo. Ele não era dono do carro e depois de ligar peças do quebra-cabeça, a polícia acredita que verdadeiro proprietário pode ter criado uma história para abafar a ingestão de bebida alcoólica.

O motociclista Rubens Costa da Silva, 42 anos, morreu no acidente. Informações dão conta de que dois veículos Gol se chocaram e ficaram no meio da pista quando o motociclista não percebeu o acidente e bateu na lateral de um dos carros.

Em um dos veículos, viajavam quatro pessoas: o motorista André Siqueira, Fátima Esquivel, Evandro Esquivel e uma criança de nove anos. Em um primeiro momento, o condutor do outro carro foi atendido pela equipe médica e não foi identificado. A partir daí, rumores deram conta de que o carro era roubado.

“Essa foi a primeira suspeita. No final, apuramos e vimos que isso não procede. O suspeito de ter furtado o carro, na verdade, é amigo do dono. Eles estavam juntos em um bar, consumindo bebida alcoólica. Fomos apurar e achamos estranho não ter nenhuma ocorrência de furto para esse carro. Entramos em contato com possível vítima de furto e descobrimos que ela toma remédios controlados e misturou a medicação com bebida. Descobrimos ainda, que ela foi internada hoje”, disse a delegada Deborah Mazzola Nunes Pereira.

Ricardo Nunes Ferreira é o proprietário do veículo. Ele não dirigia o VW Gol no momento do acidente. A delegada não soube informar o nome do condutor que causou o acidente, pois estava em diligências na rua e sem acesso a documentação.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions