A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

14/09/2018 18:25

Douradense interino no Ministério da Educação anuncia R$ 7,5 mi para UFGD

Secretário-executivo do MEC, Henrique Sartori substitui titular do ministério, em viagem à Espanha; em Dourados ele inaugura hoje a Casa da Gestante, Bebê e Puérpera do Hospital Universitário

Helio de Freitas, de Dourados
Henrique Sartori logo após desembarcar no aeroporto de Dourados (Foto: Helio de Freitas)Henrique Sartori logo após desembarcar no aeroporto de Dourados (Foto: Helio de Freitas)

O secretário-executivo do Ministério da Educação Henrique Sartori de Almeida Prado anunciou nesta tarde a liberação de R$ 7,5 milhões para a retomada da expansão da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados). O anúncio foi feito em Dourados, onde Sartori cumpre agenda como ministro substituto, já que o titular, Rossieli Soares da Silva, está em viagem oficial à Espanha e França.

Douradense e professor da UFGD, Sartori foi secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior do MEC antes de ser nomeado como numero 2 do ministério, em agosto deste ano.

Recebido no aeroporto pelos filhos pequenos, pela prefeita Délia Razuk (PR) e pela reitora da UFGD Liane Calarge, Henrique Sartori também está em Dourados para uma visita técnica ao campus do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) e para inaugurar a Casa da Gestante, Bebê e Puérpera do HU (Hospital Universitário) da UFGD.

Segundo ele, os recursos anunciados hoje para a universidade garantem a retomada das obras paradas e outros investimentos da instituição.

A UFGD foi criada em 2005 com o desmembramento do campus da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). Entretanto, o corte de R$ 12,7 milhões no orçamento dos últimos cinco anos tem impedido a retomada de obras e abertura de novos projetos de pesquisas.

Com menos dinheiro, a instituição não consegue terminar o bloco da unidade de educação à distância, o centro de piscicultura, o prédio próprio da reitoria, a biblioteca da Faculdade de Direito e o bloco do curso de engenharia.

Sartori minimizou os cortes e fez elogios à UFGD: “liberamos 100% do custeio e do investimento para a universidade, que tem aplicado com eficiência os recursos. É uma das cinco melhores universidades do Brasil em eficiência. Todo o limite de empenho que chega ela [UFGD] consegue executar”.

Além da visita ao IFMS e da entrega da unidade no HU, o ministro substituto mantém reunião com a prefeita para discutir demandas do município de Dourados. Délia Razuk pediu agilidade no projeto de construção de uma escola para atender a região das sitiocas Campina Verde, já cadastrado no Ministério da Educação.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions