ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  01    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Dourados tem vaga sobrando em leito de UTI depois de três meses

Macrorregião chegou a ter 60 pessoas na fila por UTI; boletim desta tarde mostra uma vaga aberta

Por Helio de Freitas, de Dourados | 21/06/2021 16:58
Paciente de Dourados sendo levado para leito de UTI em Porto Velho, no dia 4 (Foto: Divulgação)
Paciente de Dourados sendo levado para leito de UTI em Porto Velho, no dia 4 (Foto: Divulgação)

Pela primeira vez em três meses há vaga em leito de UTI covid em Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande. Segundo boletim divulgado na tarde desta segunda-feira (21), o município tem hoje 63 leitos de terapia intensiva ocupados por pacientes infectados, com suspeita ou se recuperando de complicações da doença.

Apesar de apenas uma vaga disponível, a informação merece comemoração, pois desde 24 de março de 2021 a taxa de ocupação de UTI estava em 100%.

Outro detalhe é que a abertura dessa vaga significa que a fila de espera de pacientes com covid-19 por terapia intensiva foi zerada na macrorregião, formada por 33 municípios e onde vivem pelo menos 800 mil pessoas.

São pelo menos três fatores que levaram ao fim da fila por leito de UTI: a transferência de pacientes para hospitais de outros Estados (só Dourados enviou 15 para Rondônia e São Paulo), os quase 280 óbitos registrados nesses três meses e o lockdown por 14 dias decretado pelo prefeito Alan Guedes (PP).

Também pela primeira nos últimos meses não houve nenhuma morte de douradense provocada pela covid-19 nas últimas 24 horas (entre domingo e hoje). Levantamento da Vigilância Epidemiológica mostra que após o lockdown a média móvel de mortes passou de 5,2 para 2, redução de 59%.

Desde o início da pandemia, 35.305 douradenses já foram infectados pelo coronavírus. Atualmente são 33.400 considerados recuperados, 1.250 em isolamento domiciliar e 74 internados – 43 em leitos de UTI e 31 em enfermaria. O total de óbitos está em 581.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário