ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  23    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Drone pousa em presídio, gera motim entre presos e Choque faz buscas

Por Renata Volpe Haddad | 04/01/2017 09:37
Choque realiza pente-fino na manhã desta quarta-feira (4) para encontrar objeto jogado para internos do PCC. (Foto: Osvaldo Duarte/ Dourados News)
Choque realiza pente-fino na manhã desta quarta-feira (4) para encontrar objeto jogado para internos do PCC. (Foto: Osvaldo Duarte/ Dourados News)

Um drone pousou no pátio da PED (Penitenciária Estadual de Dourados) na tarde de ontem (3) e desencadeou um motim entre presos que, com medo de um possível ataque do PCC (Primeiro Comando da Capital) quebraram grades e se reuniram no pátio do presídio.

Segundo informações do diretor da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), Ailton Stropa, ainda não se sabe se foi um ou se foram dois drones que pousaram no pátio. "Um detento do pavilhão dois serrou a grade, conseguiu fugir e pegou o objeto deixado pelo drone no pátio. Estamos verificando se foram dois drones ou um só que pousou duas vezes em espaço curto de tempo", explica.

O diretor disse ainda que com medo de ataque, os internos do pavilhão um, arrombaram as celas e se reuniram no pátio do presídio. No pavilhão 1 estão os presos aliados ao Comando Vermelho, enquanto que no pavilhão 2, os que pertencem ao PCC.

"Nossa equipe verificou o pavilhão dois e viu que estava tudo tranquilo, acalmou os internos que estavam no pátio e eles foram levados para as celas novamente".

Dois ônibus com policiais do Choque estão na PED nesta manhã (4), para auxiliar os agentes penitenciários que estão realizando pente-fino nas celas para encontrar o objeto deixado pelo drone. "A princípio, são celulares que o PCC pegou, mas estamos averiguando".

A PED está com superlotação. Com capacidade para 718 presos, atualmente são 2.400 internos na penitenciária.

Conforme informações do Sinsap (Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária), ainda não se sabe se foi realmente um drone que pousou no local, ou se algum objeto foi arremessado pelo muro, contendo arma ou droga.

De acordo com informações do site Dourados News, na tarde de ontem, alguns deles teriam entrado em contato com familiares alertando para clima de tensão e a existência de grupo armado com objetos cortantes tentando invadir outras alas.

Armas - Na noite de ontem (3) duas pessoas foram presas do lado de fora da PED com um revólver calibre 38 e cinco munições intactas. 

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário