A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Junho de 2017

04/10/2011 18:01

Duas empresas de SP anunciam a Murilo investimento em Dourados

Edmir Conceição

Prefeito recebeu nesta terça os empresários de São Paulo; localização estratégica atrai empresas das áreas de serviços e setor metal-mecânico

Prefeito Murilo Zauith em reunião com empresários paulistas interessados em invesdtir em Dourados. (Foto: A. Frota)
Prefeito Murilo Zauith em reunião com empresários paulistas interessados em invesdtir em Dourados. (Foto: A. Frota)

O prefeito Murilo Zauith recebeu nesta terça-feira à tarde, diretores de mais duas empresas paulistas que já decidiram investir em Dourados, no setor sucroenergético.

Ricardo M. Dittmer e Verner Dittmer, da Megh Waxes & Emulsions, e Marco Antônio Fávero, presidente da Brumazi Caldeiras, discutiram com Murilo os incentivos para os investimentos.

O projeto mais arrojado é o da Megh, fabricante de ceras e emulsões, que vai transferir para Dourados as suas três unidades localizadas em São Paulo (capital) e Porto Feliz, interior paulista. A decisão de Ricardo é em função da mudança do foco do negócio, que passará a ser voltado para a exportação. A empresa vai produzir em Dourados e exportar pelos portos de Concepción no Paraguai e Paranaguá no Paraná.

A outra empresa é a Brumazi, fabricante de equipamentos industriais para açúcar e etanol, energia, mineração, siderurgia, celulose e papel, petroquímica, cimento e bebidas. Para a área de cana-de-açúcar, a empresa fabrica vários equipamentos, entre eles caldeiras de alta capacidade. A empresas está localizada em Sertãozinho (SP).

De acordo com Carlos Alberto Reze, do Grupo Personality, empresa de assessoria tributária que está apoiando o Estado na busca de novas empresas, cada investimento neste primeiro momento ficará entre R$ 20 milhões e R$ 60 milhões, com posterior ampliação. Cada uma deve gerar entre 150 e 180 empregos diretos. De acordo com Carlos Alberto, várias outras empresas já têm visitas agendadas a Dourados.

Depois da reunião com Murilo, os empresários foram ao Distrito Industrial de Dourados para conhecer a disponibilidade de terrenos. A Megh pleiteia uma área de 100 mil metros quadrados e a Brumazi um terreno de 200 mil m².

Nesta quarta-feira os empresários seguem para Campo Grande, acompanhados da secretária de Agricultura, Indústria e Comércio de Dourados Neire colman, para uma reunião com a secretária estadual de Produção Maria Tereza Cristina Correia da Costa, para tratar da doação do terreno e dos incentivos do Estado.

MÃO-DE-OBRA - O prefeito Murilo Zauith garantiu aos empresários todo o apoio em Dourados. Inclusive falou dos programas de qualificação de mão-de-obra. “Vamos firmar um convênio com entidades de Sertãozinho e com as universidades para a preparação de mão-de-obra qualificada aqui”, afirmou.

Murilo também lembrou da logística de Dourados. “Dourados está próxima do Paraguai. A soja chegou até aqui e hoje está no Paraguai; assim será com a cana-de-açúcar. Quem investir aqui tem o mercado da região e terá também o Paraguai depois”, disse o prefeito aos empresários.

Ele falou ainda das ferrovias, uma que ligará Dourados até Paranaguá e a outra ligando Dourados a São Paulo. Também falou aos empresários da possibilidade do uso do porto de Concepción, no Paraguai.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions