A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

20/11/2018 21:47

Dupla que matou irmãos é presa tentando fugir para fazenda no Pantanal

Uma das armas usadas no crime foi apreendida e cerca de 7 pessoas ouvidas pela polícia, durante o dia

Adriano Fernandes
Rodrigo Jacaré é quem teria atirado em Vanessa. (Foto: Diário Corumbaense) Rodrigo "Jacaré" é quem teria atirado em Vanessa. (Foto: Diário Corumbaense)

Foram presos os dois homens que teriam matado a tiros os irmãos Vagner Soares Dantas, de 25 anos, e Vanessa Soares Dantas, de 27, na madrugada desta terça-feira (20) no bairro Alta Floresta II, em Ladário, cidade a 419 quilômetros de Campo Grande.

Rodrigo Gonçalves de Oliveira, de 26 anos, conhecido como "Jacaré" e Denilson da Cruz dos Santos, de 18 anos, foram presos pela Polícia Militar no Porto Geral de Corumbá, enquanto se preparavam para fugir para uma fazenda no Pantanal.

Com eles os policiais apreenderam mochila com roupas e sacolas de alimentos. Rodrigo é quem teria atirado em Vanessa, conforme a polícia. Os dois foram autuados em flagrante pelos crimes. 

Durante todo o dia, pelo menos sete pessoas foram ouvidas e uma das armas usadas no crime também foi apreendida, ainda municiada, conforme o Diário Corumbaense.

Um terceiro suspeito, identificado como Milton dos Santos de Arruda, de 46 anos, ainda está forgaido. Quem tiver informações sobre o paradeiro de Milton pode ligar para a delegacia no (67) 3226-1090.

Caso – Os crimes teriam sido motivadas por brigas entre os vizinhos, mas ninguém soube explicar o motivo. Na madrugada desta terça-feira (20), eles voltaram a discutir. Após a nova briga, os três suspeitos atiraram contra Vanessa e Vagner usando revólveres e uma arma de cano longo. Os dois morreram antes de receber socorro. A esposa de Vagner, teria sido "poupada" porque estava com o filho do casal no momento do crime.

Vagner morreu com um tiro na cabeça, de calibre 22, e Vanessa levou um tiro de arma artesanal longa, conforme o delegado titular do Distrito Policial de Ladário, Rodrigo Blonkowski. Rodrigo também relatou que testemunhas informaram que todos os envolvidos no caso estavam embriagados e provavelmente sob efeito de drogas.

Horas depois do crime, no mesmo bairro em que o crime aconteceu, uma casa foi incendiada. A residência teve a porta arrombada e a suspeita de polícia é de que o incêndio seja retaliação aos assassinatos.

Terceiro suspeito de envolvimento no crime e que está foragido. (Foto: Diário Corumbaense) Terceiro suspeito de envolvimento no crime e que está foragido. (Foto: Diário Corumbaense)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions