A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 26 de Maio de 2017

03/08/2012 18:48

Em 2012, vereadores de Deodápolis receberam R$ 36 mil ilegalmente

Nadyenka Castro

Esquema foi constatado em operação realizada nesta sexta-feira pelo Gaeco. Eles recebiam diárias por viagens que não eram realizadas

Diversos documentos foram apreendidos em Deodápolis. (Foto: Deodápolis Agora)Diversos documentos foram apreendidos em Deodápolis. (Foto: Deodápolis Agora)

Operação realizada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) constatou que vereadores de Deodápolis, a 252 quilômetros de Campo Grande, receberam R$ 36 mil de ‘mensalinho’ somente nestes oito meses de 2012.

De acordo com o MPE (Ministério Público Estadual), os legisladores do município receberam diárias por viagens que não aconteceram.

São investigados pelo Gaeco o presidente da Casa de Leis, Expedido Ponciano (PSD), o vice-presidente José Manoel (PDT), o primeiro secretário Márcio Teles (PSD), o segundo secretário Francisco Euzébio, Valdemir Trevizan (PMDB) e ainda o contador da Câmara, Osvaldo Ursolino da Rosa, e a trabalhadora terceirizada Letícia Ramalheiro.

Conforme o MPE, o vereador Valdecir Trevisan foi detido por porte ilegal de arma. Foram ouvidos o presidente da Câmara Municipal, o contador e a prestadora de serviço.

Os cinco vereadores e os outros dois funcionários são investigados ainda por fraude em empréstimos consignados. A suspeita é que eles alteravam holerites para aumentar a margem para o financiamento.

Promotores e policiais cumpriram mandados de busca e apreensão na Câmara Municipal de Deodápolis e na casa do contador e da prestadora de serviço, em Glória de Dourados.

Operação do Gaeco apreende documentos em Câmara
Ação é por conta de denúncias recebidas pelo Ministério Público. Não há mandados de prisãoO Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Orga...
MP denuncia por homicídio policial federal que matou jovem atropelado
Foi apresentado nesta quarta-feira (24) pela 3ª Promotoria de Justiça de Naviraí - cidade localizada a 366 km de Campo Grande - a denúncia de homicíd...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions