ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, TERÇA  16    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Em Costa Rica, asfalto no MS-223 encurta distância para Campo Grande

Paulo Nonato de Souza | 11/10/2017 17:00
O governador Reinaldo Azambuja com o prefeito de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa, durante vistoria de obras de construção de casas populares (Foto: Edemir Rodrigues)
O governador Reinaldo Azambuja com o prefeito de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa, durante vistoria de obras de construção de casas populares (Foto: Edemir Rodrigues)

As obras de pavimentação da MS-223, autorizadas pelo governador Reinaldo Azambuja, encurtarão 90 km no trajeto dos moradores de Costa Rica à Capital. A intervenção representa economia e maior qualidade de vida para quem precisa fazer desvio para seguir viagem pelo asfalto. No município, o Governo tem investido ainda na construção de unidades habitacionais e em sinalização viária.

Com economia sustentada basicamente pela agricultura e pecuária e grande potencial turístico, a cidade tinha dificuldades de acesso à Capital uma vez que o trajeto mais curto não possuía pavimentação. Para melhorar as condições de tráfego, o governador anunciou as obras na rodovia até o trevo da Cantina. Para a população, mais que encurtar o caminho a obra representa a realização de um sonho, com o fim da passagem por diversos outros municípios para conseguir chegar a Campo Grande.

Sonho realizado será também para as famílias dos loteamentos que estão sendo construídos na cidade. Com cem unidades habitacionais, o Residencial Flor do Cerrado será erguido por meio do Programa Lote Urbanizado. Com terreno doado pela Prefeitura e alicerce feito pela gestão estadual, as famílias terão a chance de construir suas casas e ao final da obra estarão com os imóveis quitados, sem nenhuma prestação a pagar pelo terreno ou pela fase inicial da obra.

Já nas 62 casas que estão sendo feitas no Residencial Buenos Aires, as casas serão entregues prontas em loteamento pavimentado, por meio da parceria da prefeitura com o Governo do Estado e a União pelo programa com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Com população estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 20.159 habitantes, Costa Rica recebeu ainda da administração estadual recursos para sinalização horizontal e vertical de trânsito, com o objetivo de organizar o movimento de veículos nas ruas garantindo maior segurança aos motoristas e pedestres.

Nos siga no Google Notícias