ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUARTA  12    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Em nova ofensiva, agência antidrogas destrói 15 toneladas de maconha

Operação ocorreu na área rural de Bella Vista Norte, cidade separada de Bela Vista (MS) pelo Rio Apa

Por Helio de Freitas, de Dourados | 25/04/2024 08:43
Agentes da Senad cortam pés de maconha perto da linha internacional (Foto: Divulgação)
Agentes da Senad cortam pés de maconha perto da linha internacional (Foto: Divulgação)

Ao mesmo tempo em que as apreensões seguem aumentando em território brasileiro, o Paraguai mantém a ofensiva contra lavouras de maconha na linha internacional com Mato Grosso do Sul.

Nesta quarta-feira (24), a Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) encerrou outra operação de erradicação de cultivos da erva, desta vez na área rural de Bella Vista Norte, cidade separada de Bela Vista (MS) pelo Rio Apa.

Foram destruídos quatro hectares de plantios de maconha e cinco acampamentos montados no meio da mata para processamento da droga.

Nos acampamentos, instalados em uma propriedade rural, também foram encontrados 1.500 quilos de maconha em fase de secagem ao sol e 1.940 quilos da erva já pronta para ser embalada.

Segundo a agência paraguaia, levando em conta a produção média de 3.000 quilos por hectare, a ação impediu que pelo menos 15 toneladas de maconha chegassem ao mercado consumidor.

Em nota, a Senad informou que os escritórios regionais de Pedro Juan Caballero e Bella Vista Norte mantêm ações permanentes para destruir lavouras de maconha controladas por facções criminosas na faixa de fronteira. Quase toda a produção é destinada ao mercado brasileiro.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias