ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, QUARTA  25    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Em Três Lagoas, Hospital Regional será referência para 12 municípios

Por Paulo Nonato de Souza | 20/10/2017 16:18
O governador Reinaldo Azambuja durante vistoria ao local onde será construído o Hospital Regional de Três Lagoas (Foto: Agesul/Divulgação)
O governador Reinaldo Azambuja durante vistoria ao local onde será construído o Hospital Regional de Três Lagoas (Foto: Agesul/Divulgação)

Destaque na geração de empregos, Três Lagoas tem crescido em ritmo acelerado nos últimos anos e vem recebendo do Governo do Estado investimentos para garantir ampliação dos atendimentos em saúde com a construção de um Hospital Regional, que irá beneficiar não apenas sua população, mas toda uma região que engloba 12 municípios integrantes do chamado Bolsão, diz balanço divulgado pela Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos).

Com 117 mil habitantes, conforme estimado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), diz o balanço da Agesul, Três Lagoas abriga o maior parque industrial do Estado e é a mais influente da região do Bolsão, encabeçando o grupo que reúne Água Clara, Aparecida do Taboado, Brasilândia, Cassilândia, Inocência, Paranaíba, Santa Rita do Pardo, Selvíria, Chapadão do Sul, Costa Rica e Paraíso das Águas.

Por conta dessa posição estratégica, sediará o Hospital Regional que está em fase de construção pelo governo e contará com três pavimentos e 158 leitos. Orçado em R$ 56,4 milhões, será referência para toda a região leste de Mato Grosso do Sul.

Conhecida como Cidade das Águas, Três Lagoas tem recebido também importantes investimentos em saneamento. Por meio de parceria do Estado o Governo Federal, está sendo feita a ampliação do sistema de esgotamento sanitário.

Detentora do título oficial de Capital Mundial da Celulose, tem sido beneficiada ainda com recursos estaduais para recuperação asfáltica da Avenida Capitão Olinto Mancini, além de obras de drenagem e pavimentação nos bairros Jardim Campo Novo, Carandá, Santa Júlia, Acácias e Vila Verde.

Segundo a Agesul, o governo tem custeado a execução de drenagem em uma extensão de 2,4 mil quilômetros de estradas da região, além da implantação de rodovia municipal com revestimento primário e drenagem em pontos críticos no trecho de entroncamento da MS-377 com a BR-262.

Pequenos produtores dos quatro assentamentos rurais ali existentes também estão sendo assistidos pelo Estado. Cerca de 300 famílias tiveram reforço para o plantio com a entrega de patrulha mecanizada. O equipamento formado por um trator agrícola 4x4, uma grade aradora e outra niveladora, um roto distribuidor de calcário e uma pá carregadeira ajuda a aumentar a produtividade e mostra que a gestão estadual está atenta às necessidades da população três-lagoense.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário