A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

02/12/2016 18:51

Estado de saúde de menino abusado por adolescentes é considerado grave

Em depoimento à polícia, criança relatou que foi abusada por jovens de 16 e 15 anos

Fernanda Yafusso e Elci Holsback
Criança foi encontrada dopada dentro da residência pelo padastro (Foto: Sidney Assis)Criança foi encontrada dopada dentro da residência pelo padastro (Foto: Sidney Assis)

Menino de 10 anos que foi dopado e abusado sexualmente por adolescentes no início da tarde de quinta-feira (1º), permanece internado no Hospital Regional Álvaro Fontoura, em Coxim - distante 260 km de Campo Grande. O estado de saúde da vítima é considerado grave, de acordo com o laudo médico.

Segundo informações repassadas pelo hospital ao Campo Grande News, a criança permanece internada e receberá acompanhamento psicológico, sem previsão de alta. 

A princípio, apenas um adolescente, de 16 anos, foi apontado como autor do crime. À polícia, ele assumiu o abuso e ainda relatou que um amigo, de 15 anos também praticou o ato contra a criança, que estava dopada devido a ingestão de bebidas. Após apreendido, o menor de 15 anos negou a participação no abuso, mas a própria vítima relatou que ambos o atacaram.

Segundo relatos da criança, no trajeto para a escola, os dois adolescentes, que estudam na mesma escola em que a vítima, convidaram para que ela fosse até a casa de um deles jogar video-game. O menino aceitou o convite e, ao chegarem até a residência, o menino foi incentivado pelos adolescentes a ingerir bebida alcoólica em grandes quantidades.

Após beber, a criança entrou em convulsão e o adolescente de 16 anos o levou para tomar banho, quando cometeu o abuso pela primeira vez. Em seguida, o jovem levou o menino para o quarto, deitou na cama e praticou o crime pela segunda vez.

Segundo a delegada responsável pelo caso, os autores já foram ouvidos e o abuso foi confirmado através de laudo médico. Apenas o adolescente de 16 anos confessou ter praticado o crime, já o outro adolescente de 15 anos, nega participação no estupro e alega apenas que ingeriu bebida alcoolica.

Porém, a vítima afirmou aos policiais que também foi estuprada pelo adolescente de 15 anos, além de ter sido violentada pelo outro de 16 anos.

O adolescente de 16 anos, que não possui passagem pela polícia, relatou aos policiais que praticou o crime porque teve vontade. A dupla permanece apreendida aguardando a audiência de custódia, que deverá acontecer em até 48 horas.

Após a audiência, os adolescentes devem ser encaminhados para uma das Uneis (Unidade Educacional de Internação) de Campo Grande, Dourados ou Ponta Porã. Porém o local exato para a transferência ainda não foi definido.

Caso não haja vaga nas Uneis, os adolescentes poderão ser liberados em até cinco dias, tempo máximo que poderão ficar apreendidos na delegacia de Coxim.

Crime - O menino de 10 anos relatou que foi abusado pelos adolescentes de 16 anos e 15 anos após ser obrigado a ingerir bebidas alcoólicas, na tardee quinta-feira (1°) em uma residência do bairro Santa Maria. 

Ao perceber que a criança não chegou em casa no horário de costume após as aulas, a mãe e o padrasto saíram à procura do estudante e viram e bicicleta dele parada em frente à casa onde o menor foi encontrado sobre uma cama e aparentemente dopado. O menino foi socorrido pelo padrasto e encaminhado pelo Corpo de Bombeiros ao hospital local.

Durante perícia, equipes do SIG (Serviço de Investigação Geral) e do Núcleo Regional de Perícias apreenderam garrafas de vodca e de cachaça, copos, uma cueca e duas camisinhas na casa onde o menino foi encontrado.

(colaborou Sidney Assis, de Coxim)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions