ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUINTA  26    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Ex-candidato a vereador é executado a tiros após manifestação política

Visto como polêmico, advogado era conhecido por criticar autoridades locais

Por Adriano Fernandes | 30/09/2021 23:38
Advogado Nestor Ramón Echeverria. (Foto: Ms em Foco)
Advogado Nestor Ramón Echeverria. (Foto: Ms em Foco)

O advogado Nestor Ramón Echeverria foi executado a tiros na noite desta quinta-feira (30), em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã, a 323 quilômetros de Campo Grande.

Visto como polêmico, Nestor foi candidato a vereador na cidade durante as eleições de outubro do ano passado e era conhecido por fazer críticas contra as autoridades locais.

Conforme o site MS em Foco após participar de uma manifestação política nesta noite, Nestor e outros três amigos, que se intitulavam os "quatro fantásticos" estavam bebendo em uma lanchonete, quando homens em uma motocicleta e também em um veículo, passaram atirando por várias vezes contra a vítima, que morreu na hora.

Antes do crime, o advogado chegou a gravar um vídeo dançando com os companheiros, dizendo que já estava comemorando a vitória nas próximas eleições. Os atiradores fugiram logo após o crime e ainda estão sendo procurados pela polícia paraguaia.

Fronteira violenta - Desde a semana passada, Pedro Juan Caballero e Ponta Porã enfrentam uma escalada na violência com cinco execuções e ameaças de guerra entre facções rivais. Ainda hoje, o paraguaio Fabian Fernando Franco Arar, o “Chincho” foi morto com um tiro após dar um tapa na cabeça do atirador, Rafael Robles, que era segurança de uma loja na cidade.

Nos siga no Google Notícias