ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  09    CAMPO GRANDE 12º

Interior

Ex-secretário de saúde é preso depois de agredir companheira em hotel

PM foi acionada e levou ex-secretário para a delegacia; mulher pediu medida protetiva

Por Dayene Paz | 08/01/2022 11:47
Ex-secretário de saúde de Dourados, preso em flagrante nesta sexta. (Foto: Arquivo / Dourados News)
Ex-secretário de saúde de Dourados, preso em flagrante nesta sexta. (Foto: Arquivo / Dourados News)

Renato Oliveira Garcez Vidigal, ex-secretário de saúde de Dourados, cidade a 251 quilômetros de Campo Grande, foi preso em flagrante nesta sexta-feira (07), depois de agredir a companheira. O caso ocorreu em um hotel na cidade de Bonito.

Conforme o boletim de ocorrência, o fato ocorreu quando o casal estava na piscina do hotel e a mulher teria questionado o médico generalista sobre acidente ocorrido com o casal um dia antes. Irritado com a pergunta, ele apertou a perna da companheira e depois jogou bebida no rosto dela.

A mulher então foi para o quarto do hotel pegar o celular e foi seguida pelo homem. De acordo com o Dourados News, ele ainda fez ameaças até para o filho dela, de sete anos.

A Polícia Militar foi acionada e o ex-secretário acabou preso em flagrante por violência doméstica. A vítima disse que estava com medo e pediu medida protetiva.

Renato ficou à frente da Secretaria Municipal de Saúde entre janeiro de 2017 e dezembro de 2018, durante a gestão Délia Razuk. Ele foi alvo da Operação Purificação, que investigou esquema de corrupção na pasta a qual comandava e chegou a ser preso pela Polícia Federal em novembro de 2019.

O ex-secretário foi condenado em março do ano passado a 11 anos de prisão e devolução aos cofres públicos de valores superiores a R$ 500 mil. Atualmente ele atua em um hospital particular em Corumbá.

Nos siga no Google Notícias