A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Setembro de 2019

25/10/2017 13:30

Família de médica morta se reúne em fórum onde ora por condenação

O crime aconteceu no dia 14 de dezembro de 2016 em que a médica foi assassinada a tiros

Guilherme Henri
Família de médica em oração no fórum (Foto: Tião Prado/ Pontaporainforma)Família de médica em oração no fórum (Foto: Tião Prado/ Pontaporainforma)

A família da médica Nislaine Colman Benites, morta a tiros em dezembro do ano passado está reunida na manhã desta quarta-feira (25) em frente ao Tribunal do Júri, localizado ao lado do Fórum de Ponto Porã – a 323 quilômetros da Capital.

Eles estão em um circulo de oração e pedem pela condenação do corretor imobiliário Rafael dos Santos, de 35 anos, que é réu confesso no assassinato da médica.

Conforme apurou o jornal Ponta Porã Informa, hoje é realizada mais uma audiência do caso, porém a imprensa não teve acesso.

O julgamento do corretor estaria marcado para o dia 1º de novembro deste ano, às 13h, porém ainda não de fato a confirmação, pois o processo tramita em segredo de justiça.

Crime – O crime aconteceu no dia 14 de dezembro de 2016. O corretor matou a ex-mulher com três tiros de pistola pela manhã dentro do posto de saúde onde Nislaine trabalhava.

Rafael dos Santos foi preso por volta das 18 horas do mesmo dia em que cometeu o assassinato, na região da colonia Aquidaban Cañada, que fica a 60 quilômetros da fronteira no Paraguai.

Em depoimento, Rafael disse que cometeu o crime, pois a ex-mulher o teria traído com um enfermeiro enquanto estavam juntos. Contudo, o casal já estava separado há pelo menos um mês.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions