ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Fazendeiro brasileiro é sequestrado com a família na fronteira

Roberto Peroti e pelo menos outras sete pessoas foram levados por grupo armado na manhã de hoje, a 15 km de Coronel Sapucaia

Por Helio de Freitas, de Dourados | 12/11/2019 09:21
Linha Internacional entre Coronel Sapucaia (MS) e Capitán Bado, no Paraguai (Foto: Helio de Freitas/Arquivo)
Linha Internacional entre Coronel Sapucaia (MS) e Capitán Bado, no Paraguai (Foto: Helio de Freitas/Arquivo)

Pelo menos oito pessoas foram sequestradas na manhã desta terça-feira (12) na fazenda Virgem de Caacupé, nos arredores de Capitán Bado, no Paraguai. A propriedade fica a pelo menos 15 km de Coronel Sapucaia, cidade sul-mato-grossense vizinha de Capitán Bado e distante 400 km de Campo Grande.

De acordo com informações da polícia paraguaia, a fazenda pertence ao brasileiro Roberto Peroti, que foi sequestrado pelo bando armado. A família dele e funcionários também foram levados. A fazenda fica na Colônia Ivu, em área dominada por traficantes que cultivam maconha no meio da mata.

Policiais paraguaios informam que os sequestradores teriam pedido resgate de 100 mil dólares. Agentes da divisão antissequestro da Polícia Nacional estão a caminho de Capitán Bado, que fica a 100 km de Pedro Juan Caballero, a capital do departamento de Amambay.

A zona rural de Capitán Bado é marcada por sequestros. Grupos criminosos ligados a facções brasileiras dominam a área para cultivar maconha, cometer assaltos e sequestrar produtores rurais.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário