A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

08/11/2015 11:55

Feira Agropecuária comercializa mais de R$ 6 milhões em quatro leilões

Priscilla Peres
(Foto: Divulgação)(Foto: Divulgação)

A Feapan (Feira Agropecuária do Pantanal) realizada de 29 de outubro a 1° de novembro em Corumbá - distante 419 km de Campo Grande, movimentou mais de R$ 6 milhões em quatro leilões com a negociação de 4.174 animais entre gado e cavalo pantaneiro.

O sucesso nas vendas, segundo o presidente do Sindicato Rural de Corumbá, Luciano Leite, se deve a facilidade de crédito. Neste ano, o Banco do Brasil disponibilizou R$ 15 milhões para financiamento de máquinas e animais e custeio. As médias dos leilões também surpreenderam na relação com os preços de mercado. Um touro nelore de alto padrão foi arrematado por R$ 38.400.

O maior leilão foi realizado na fazenda Novo Horizonte, região da Nhecolândia (leste de Corumbá), uma parceria da Leiloboi com a Feapan. Foram comercializados 3.063 bovinos de cria, recria e engorda, gerando um movimento financeiro de R$ 3,7 milhões. 

Os demais leilões aconteceram no tatersal do Parque de Exposição Belmiro Maciel de Barros, em Corumbá. Destaque para a comercialização de 257 reprodutores nelore da Fazenda Esperança, com a participação da Ema (Empresa Marinho Agropecuária), gerando R$ 1.304 milhão em negócios. O leilão do cavalo pantaneiro vendeu 20 animais, enquanto 834 bovinos de corte foram adquiridos por R$ 1 milhão.

Este ano, o Sindicato Rural de Corumbá e a Leiloboi facilitaram o transporte do gado de corte (bezerros, garrotes, novilhas, tourunos e vacas) das regiões de difícil acesso, como o Paiaguás, de onde mais de 800 animais foram conduzidos por uma comitiva numa marcha de 50 km por oito fazendas até o Porto Alegre. Deste ponto, o gado seguiu em lanchas até Corumbá e descansou dois dias até o leilão, realizado na abertura da feira.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions