A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Setembro de 2019

23/08/2019 08:55

Foragido há 11 anos, homem é preso em operação por esfaquear a mulher

Conduzido à Delegacia da Mulher, Rivelino foi interrogado e indiciado por injúria e lesão da então companheira

Viviane Oliveira
Rivelino era foragido da Justiça e foi preso após esfaquear a mulher (Foto: divulgação/Polícia Civil) Rivelino era foragido da Justiça e foi preso após esfaquear a mulher (Foto: divulgação/Polícia Civil)

Homem de 46 anos foi preso nesta quinta-feira (22), por policiais da DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) de Ponta Porã, distante 323 quilômetros de Campo Grande, durante operação Fronteira Segura. Há 11 anos, Rivelino Souza teve a prisão preventiva decretada pela Justiça, após ser condenado pelo homicídio do indígena Adriano Benites, 28 anos. Porém, ele estava foragido e só foi preso depois de esfaquear a mulher. 

Segundo a Polícia Civil, em setembro de 2013, na aldeia Lima Campos, Rivelino matou a vítima pauladas, na sequência desovou o corpo num matagal às margens da BR-463, próximo ao Km 53, onde ainda tentou incendiar o cadáver, que acabou sendo localizado por agentes da Polícia Rodoviária Federal. O caso foi investigado pela 2ª Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã.

O homem foi capturado nesta quinta pela Polícia Civil, durante a operação Fronteira Segura, não pela morte do indígena, mas porque teve a prisão decretada pela Justiça no domingo (18), após agredir a facadas a mulher de 56 anos.

Conduzido à DAM, Rivelino foi interrogado e indiciado por injúria e lesão da então companheira. Durante os procedimentos policiais, foram realizadas consultas aos sistemas de segurança da Polícia Civil, tendo os policiais constatado que o homem tinha um segundo mandado de prisão em aberto, que foi expedido em 2008 pela 3ª Vara Criminal de Dourados, após ele ser condenado pelo homicídio de Adriano Benites.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions