ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  10    CAMPO GRANDE 13º

Interior

Gerente de casa de prostituição é preso por exploração sexual infantil

Homem é suspeito de ter abusado de uma adolescente de 15 anos

Por Adriano Fernandes | 04/07/2022 23:19
Viatura da Polícia Civil em frente à casa de prostituição. (Foto: Polícia Civil)
Viatura da Polícia Civil em frente à casa de prostituição. (Foto: Polícia Civil)

Suspeito de exploração infantil, o gerente de uma casa de prostituição, de 41 anos, foi preso pela Polícia Civil em Água Clara, município que fica a 193 quilômetros de Campo Grande. Na mesma ação, a Polícia Civil cumpriu medida cautelar de proibição de exploração de atividade econômica contra uma idosa, de 70 anos, proprietária do estabelecimento, fechando o local.

Conforme determinação judicial, ela fica proibida de abrir ou manter bares, boates, danceterias ou estabelecimentos congêneres nos quais possa ocorrer a exploração sexual. O mandado de prisão preventiva expedido contra o homem foi cumprido no último sábado.

O caso veio à tona, há alguns dias, depois que o Conselho Tutelar procurou a Polícia Civil após tomar conhecimento de que uma menina de apenas 15 anos estava sendo explorada sexualmente numa "zona" da cidade. Foram realizadas diligências para apuração dos fatos e chegar à identidade dos suspeitos.

Para manter as garotas de programa “na linha”, o homem, supostamente, as ameaçava e agia com violência em determinadas situações. Além disso, o mesmo homem também é suspeito de manter relações sexuais com a adolescente de 15 anos. As investigações seguem para apurar a eventual exploração sexual de outras adolescentes e a responsabilidade de cada um no crime.

Nos siga no Google Notícias