A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

05/02/2016 10:13

Governo reconhece emergência em mais um município atingido pelas chuvas

Priscilla Peres
Rio Aquidauana subiu, invadiu casas e alagou ruas. (Foto: Fernando Antunes)Rio Aquidauana subiu, invadiu casas e alagou ruas. (Foto: Fernando Antunes)

O governo do Estado reconheceu emergência no município de Anastácio - distante 135 km de Campo Grande, devido aos estragos causados pelas chuvas recentes. Com o decreto de hoje sobe para 33 o número de cidades em emergência reconhecidas a nível estadual. Só fica de fora dessa lista, Campo Grande.

O decreto estadual tem prazo de 180 dias em área urbana e rural do município, que foram afetadas pelas fortes chuvas. A partir de agora, fica autorizada a mobilização de todos os órgãos estaduais para atuarem em ações que envolvam desastres, reabilitação de cenário e reconstrução, sob coordenação da Defesa Civil Estadual.

A formalização de hoje também autoriza a convocação de voluntários para reforçar ações de resposta ao desastre e a realização de campanhas de arrecadação de recursos perante a comunidade, com o objetivo de facilitar as ações de assistência à população afetada pelo desastre.

Além disso, o decreto dispensa licitação para contratos de aquisição de bens para atender situações ligadas aos estragos deixados pelas chuvas, desde que sejam feitas em 180 dias, que é o período de vigência do decreto.

Em Mato Grosso do Sul 34 cidades decretaram emergência devido as chuvas. O governo estadual reconheceu a situação em 33 delas, deixando Campo Grande de fora. A situação acontece, devido ao próprio governo, porque a Capital é uma cidade grande e com condições de se manter e recuperar seus danos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions