A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 30 de Março de 2017

27/01/2013 09:05

Homem é morto a facadas ao sair de boate, em Corumbá

Viviane Oliveira

Um homem de 28 anos foi morto a facadas por volta das 4h15 da madrugada de hoje (27) em uma casa noturna na avenida General Rondon esquina com Sete de Setembro, no Centro de Corumbá, cidade distante 419 quilômetros de Campo Grande. Robert Toledo Vicente morreu após se envolver em uma briga. 

De acordo com boletim de ocorrência, Robert estava no bar Taberna, quando iniciou uma discussão com Ronaldo Fernandes Lescano, de 20 anos.

Conforme a Polícia, a vítima estava na companhia de um amigo, Bassan Fahd Maarouf, 31 anos, quando foi atingido no cruzamento da rua Sete de Setembro com a rua General Rondon. Bassan ao tentar socorrer a vítima  foi atingido por uma facada no braço direito e no tórax. 

Testemunhas relataram aos policiais, que o autor estava com um amigo, que deu fuga para ele em uma caminhonete Ford Ranger de cor prata. 




Estou indignada com tanta maldade ao próximo, não só na nossa cidade, não acho, mais tenho certeza que os jovens tem que saber que certos horários, certas pessoas, que certos lugares não está adequado!
As pessoas dizem ser humanos, mais não vejo humanidade alguma! Sou adolescente, saiu, me divirto, consumo álcool, mais nem por esse motivo saio por ai arrumando encrenca, ou matando as pessoas, as pessoas deveriam saber os seus limites, e outras pessoas deveriam saber organizar suas festas!

meu desabafo, meu comentário!
 
Aline Sanabria em 28/01/2013 23:11:38
sou corumbaense, tenho parentes também na policia, hoje em Corumba uma cidade de fronteira não temos policia, não ira demorar para virar uma terra sem lei, pois drogas nao falta, politico envolvidos com crime organizado não falta, onde esta a promotoria publica, a tal defensoria que so presta para soltar traficantes que se dizem pobres e ta cheio de dinheiro, cidade sem lei.
 
jose de arimateia em 27/01/2013 18:32:16
E um absurdo o que esta acontecendo em Corumba, a população fazendo justiça com as proprias maos e policias ocupados em treinamento para desfilar para o comando, o que queremos e policia na rua, não militares para bajular oficiais, senão e melhor colocar as forças armadas na rua. Corumbaense indignado.
 
jose de arimateia em 27/01/2013 18:27:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions